Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Goleiro chileno, ex-Corinthians, é condenado a 41 dias de reclusão noturna

Johnny Herrera havia perdido a carteira de motorista após atropelar e matar estudante, mas foi flagrado dirigindo um Porsche no fim do ano passado

O goleiro chileno Johnny Herrera, da Universidad de Chile, foi condenado nesta quinta-feira a 41 dias de reclusão noturna por desrespeitar uma pena à qual fora sentenciado em junho de 2013. O atleta com passagem pelo Corinthians havia perdido a carteira de motorista por causa de um acidente em que atropelou e causou a morte da estudante Macarena Casassús, em 2009. No entanto, ele foi flagrado enquanto conduzia um Porsche, em dezembro do ano passado, o que gerou a nova punição.

Ex-goleiro do Corinthians é condenado por atropelamento

Segundo as autoridades chilenas, o goleiro de 34 anos deverá permanecer em sua residência de segunda a sexta-feira, entre as 22h da noite e às 6h do dia seguinte. Com isso, ele não poderá participar de jogos da Universidad de Chile no meio de semana, informou o jornal chileno La Tercera. Sua pena de reclusão noturna começa a valer a partir da próxima segunda-feira. Pelo atropelamento da estudante em 2009, ele foi condenado por homicídio culposo, em que não há intenção de matar, e cumpriu pena em liberdade. Apelidado de Super Boy, Herrera teve uma passagem ruim pelo Corinthians em 2006 e defendeu a seleção de seu país.

(da redação)

Member of The Internet Defense League