Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Garoto sírio agredido por jornalista entra em campo com Cristiano Ronaldo

Zaid al-Mohsen, de sete anos, assistiu à vitória do Real Madrid sobre o Bétis no Santiago Bernabéu

Cristiano Ronaldo não teve o sábado que esperava, mas realizou o sonho de uma família síria. O Real Madrid convidou Osama Abdul al-Mohsen e seu filho Zaid – os dois refugiados agredidos por uma cinegrafista húngara na fronteira entre entre Sérvia e Hungria – para conhecer as instalações do clube e assistir à partida diante do Real Bétis, no Santiago Bernabéu, válida pela Campeonato Espanhol. O garoto de sete anos entrou em campo ao lado de Cristiano Ronaldo e comemorou a vitória por 1 a 0, com gol do francês Karim Benzema. Cristiano, que havia marcado oito gols nas últimas duas partidas, teve boas oportunidades, mas não conseguiu chegar ao 500º gol de sua carreira.

Cristiano Ronaldo estreará no cinema em filme de Scorsese

O Real Madrid foi surpreendido pela postura do modesto adversário, que chegou a ter um gol mal anulado do atacante El-Arabi no primeiro tempo. Cristiano Ronaldo e Luka Modric assustaram o goleiro rival, mas o único gol só saiu na segunda etapa: o português cruzou com perfeição e Benzema completou de cabeça. Com a vitória, o Real assumiu provisoriamente a liderança do campeonato, com dez pontos. O Barcelona tem nove, mas ainda jogará na rodada, contra o Levante, no domingo.

Refugiados – Além de visitar o clube de futebol mais rico do mundo, o sírio Osama Abdul al-Mohsen e seus filhos Zaid e Mohammad ganharam moradia em Madri. O presidente do Centro Nacional de Formação de Treinadores do país (Cenafe), Miguel Ángel Galán, ofereceu a Osama, que trabalhava como treinador de futebol em seu país, a chance de fazer um curso e seguir carreira como treinador nas categorias de base do Getafe, equipe da primeira divisão.

Homem refugiado com uma criança no colo é derrubado por uma cinegrafista enquanto tentavam fugir da polícia em Roszke, na Hungria – 08/09/2015

Homem refugiado com uma criança no colo é derrubado por uma cinegrafista enquanto tentavam fugir da polícia em Roszke, na Hungria – 08/09/2015 (/)

Member of The Internet Defense League