Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Franceses agradecem por ‘Marselhesa’ e solidariedade inglesa em Wembley

Imprensa e integrantes da seleção da França relataram a emoção com as homenagens às vítimas do terror em Paris antes de amistoso em Londres

A belíssima festa em favor da paz proporcionada por ingleses e franceses no Estádio de Wembley, em Londres, dominou o noticiário esportivo europeu nesta quarta-feira. O L’Équipe, principal diário esportivo da França, resumiu o sentimento da população local, ainda abalada com a série de ataques terroristas do Estados Islâmico em Paris, com a chamada “obrigado”, em inglês, em sua capa. O agradecimento se refere às homenagens realizadas antes da vitória da Inglaterra sobre a França, por 2 a 0, em amistoso nesta terça.

Leia também:

Por risco de atentado, amistoso entre Espanha e Bélgica é cancelado

Hotel da seleção alemã em Paris é evacuado por ameaça de bomba

Meia da Argentina perdeu 2 amigos nos ataques em Paris

“A homenagem às vítimas foi um marco de dignidade, solenidade e emoção. A Marselhesa, cantada a uma só voz, e o minuto de silêncio foram momentos de rara intensidade”, escreveu o jornalista Vincent Duluc, editor-chefe do jornal, na histórica edição. O técnico da seleção francesa, Didier Deschamps, também se emocionou. “Gostaria de agradecer ao povo inglês e aos presentes aqui em Wembley. Isso foi muito forte emocionalmente. Na solidariedade, na dor, isso foi um grande momento. Todos estavam unidos nesta comunhão que marca os espíritos e mexe com o coração. É bonito, é emocionante, é grande, é muito forte”, resumiu Deschamps à agência AFP.

“Fiquei com lágrimas nos olhos, inevitavelmente, como todos. Tudo o que aconteceu na sexta passada ficará em nossas mentes por muito tempo, nunca vamos esquecer”, afirmou o lateral Bacary Sagna. “Queriamos vencer o jogo pelo povo francês. Não conseguimos, mas esse foi muito mais do que um jogo”, completou o lateral do Manchester City.

Homenagens – Inimigos históricos em guerras do passado, ingleses e franceses deram as mãos contra o terror antes do amistoso em Wembley. Antes de a bola rolar, várias homenagens ocorreram em referência às vítimas dos atentados em Paris. Além do tradicional minuto de silêncio, a Marselhesa, hino da França, foi cantada em coro pelas cerca de 80.000 pessoas presentes no estádio, ajudadas pelo telão de Wembley, que trazia a letra do hino francês.

O arco do estádio foi iluminado com as cores da bandeira francesa, o painel de uma das entradas do estádio apresentou o lema da Revolução Francesa -“Liberdade, Igualdade e Fraternidade” – e um mosaico com a bandeira da França se formou nas arquibancadas. O príncipe William, segundo na linha de sucessão do trono britânico, e o primeiro-ministro britânico David Cameron pisaram no gramado para saudar os atletas. Em campo, deu Inglaterra: 2 a 0, com gols de Delle Ali e Wayne Rooney.

(da redação)

Member of The Internet Defense League