Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Felipão volta enfim a ser campeão. Na China

Técnico que comandou a seleção brasileira na maior humilhação de sua história conquistou o título com o Guangzhou, de Robinho e Paulinho

Os últimos tempos definitivamente não foram bons para o técnico Luiz Felipe Scolari. A derrota de 7 a 1 para a Alemanha, na semifinal da Copa do Mundo de 2014, marcaram eternamente sua carreira. O pós-copa também não foi dos melhores. Depois de voltar ao Grêmio e perder a final do campeonato gaúcho para o rival Internacional, Felipão acabou pedindo demissão, em maio. Logo em seguida veio a tentadora proposta do futebol chinês. Neste sábado, finalmente, o técnico voltou a ter motivos para festejar. Seu time, o Guangzhou Evergrande, conquistou o pentacampeonato do país ao bater o Beijing Guoan, por 2 a 0. Ao final da partida, jogadores ergueram o “professor” e o lançaram para o alto, comemorando uma campanha em que o time sofreu apenas uma derrota.

Foi uma disputa acirrada pelo troféu, que se estendeu até a última rodada. A equipe de Felipão tinha dois pontos de vantagem sobre o Shanghai SIPG, do argentino Conca, que precisava vencer e contar com o tropeço do time comandado por Felipão. Mas, com gols do ex-cruzeirense Ricardo Goulart, de pênalti, e Paulinho, ex-Corinthians, o Guangzhou não vacilou, atingindo os 67 pontos na tabela e o trofeu. Outros dois brasileiros comemoraram a conquista, o ex-botafoguense Elkeson e o santista Robinho: “Ser campeão no meu primeiro ano aqui é muito gratificante”, disse Goulart, artilheiro de sua equipe com 19 gols, que venceu os dois últimos campeonatos brasileiros pelo Cruzeiro.

Felipão tem a chance de erguer mais um troféu na semana que vem. O Guangzhou vai a Dubai, nos Emirados Árabes, enfrentar o Al-Ahli, no jogo de ida da final da Liga dos Campeões da Ásia.

(Com Gazeta Press)

Member of The Internet Defense League