Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Federer diz preferir título de Wimbledon ao ouro olímpico no Rio

Tenista suíço buscará primeira medalha de ouro olímpica em chave de simples no Brasil, mas põe oitavo título no Grand Slam britânico como prioridade.

Roger Federer buscará sua primeira medalha de ouro olímpica na chave de simples, este ano, no Rio de Janeiro. O tenista suíço de 34 anos já admitiu viver uma grande expectativa pelos Jogos no Brasil, onde disputará também o torneio de duplas mistas, ao lado da estrela Martina Hingis. No entanto, o maior campeão de Grand Slams (17 títulos) foi sincero ao dizer que não coloca a Rio-2016 como prioridade na temporada. Em entrevista à emissora australiana Ten nesta quinta-feira, Federer afirmou que nenhuma competição lhe comove tanto quanto Wimbledon, o Grand Slam britânico disputado em piso de grama.

Leia também:

Rio-2016: Djokovic diz que Olimpíada será prioridade

Número 1, Marcelo Melo mira ouro na Rio-2016: “É um sonho”

Rio-2016: quadra de tênis é batizada em homenagem a Maria Esther Bueno

“É uma pergunta difícil. Desde a década de 80, quando os profissionais voltaram a jogar, A Olimpíada passou a ser um grande objetivo para todos. É difícil comparar, mas os Grand Slams tem outra reputação. A importância dos Grand Slams cresceu e obviamente eu encaro Wimbledon como minha prioridade número 1, porque foi onde eu vi meus heróis ganharem e sempre sonhei em vencer quando criança”, afirmou Federer, sete vezes campeão na grama do All England Club, em Londres.

“As Olimpíadas acontecem a cada quatro anos e por isso é tão especial. Esta edição será muito importante, mas, por alguma razão, eu ainda escolheria vencer em Wimbledon”, completou o terceiro colocado do ranking da ATP. Caso conquiste o oitavo título em Wimbledon, Federer ultrapassará o americano Pete Sampras e o britânico William Renshaw e se tornará o maior ganhador da história da competição. Ele também possui duas medalhas em quatro participações em Olimpíadas: a prata conquistada em Londres-2012, quando perdeu para o britânico Andy Murray, e o ouro na chave de duplas em Pequim-2008, ao lado do parceiro Stan Wawrinka.

Argentino Juan Martin Del Potro, o campeão Andy Murray e Roger Federer na premiação dos Jogos Olímpicos de Londres 2012

Argentino Juan Martin Del Potro, o campeão Andy Murray e Roger Federer na premiação dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 (/)

(da redação)

Member of The Internet Defense League