Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Federer conquista 300ª vitória em Grand Slams e avança na Austrália

Próximo de recorde absoluto de Navratilova, tenista suíço venceu búlgaro Dimitrov e chegou às oitavas de final em Melbourne

Roger Federer adicionou mais um número histórico em sua lendária carreira nesta sexta-feira. O tenista suíço de 34 anos alcançou sua 300ª vitória em Grand Slams ao bater o búlgaro Grigor Dimitrov por 3 sets a 1, com parciais de 6/4, 3/6, 6/1 e 6/4, e avançar às oitavas de final do Aberto da Austrália.

Recordista masculino absoluto de triunfos na série de torneios mais importante do circuito profissional, o atual terceiro colocado do ranking mundial agora já mira o recorde geral entre homens e mulheres, que pertence à checa Martina Navratilova, que tem 306 triunfos em partidas de simples em Grand Slams. Para se ter uma ideia de quão expressivo é este recorde de Federer, o segundo tenista com maior número de vitórias em Grand Slams é o americano Jimmy Connors com “apenas” 233 triunfos.

Leia também:

Último rival de Guga, Hewitt perde no Aberto da Austrália e se aposenta aos 34 anos

Aberto da Austrália: Nadal perde para Verdasco e é eliminado na estreia; Bellucci avança

“É um absurdo”, diz Djokovic sobre acusação de entrega de partida em 2007

Ao passar por Dimitrov, Federer se credenciou para enfrentar na próxima fase o belga David Goffin, 15º cabeça de chave, que superou o austríaco Dominic Thiem por 3 sets a 1, com parciais de 6/1, 3/6, 7/6 (7/2) e 7/5.

“Devo admitir, isso é muito empolgante. Assim como quando alcancei 1000 vitórias na carreira no ano passado, este foi um grande feito para mim. Não é algo que sempre almejei ou procurei, mas quando isso acontece é sempre muito especial”, afirmou o recordista de títulos de Grand Slam (17), logo após a partida. Tetracampeão na Austrália, Federer não ganha um torneio da série mais importante do tênis desde quando faturou Wimbledon em 2012.

Djokovic – Em outro jogo importante desta sexta-feira, o sérvio Novak Djokovic sofreu um pouco no terceiro set, mas superou o italiano Andreas Seppi por 3 sets a 0, com parciais de 6/1, 7/5 e 7/6 (8/6), para também ir às oitavas de final em Melbourne.

Líder disparado do ranking mundial e atual campeão, o sérvio assim ampliou a freguesia de Seppi em jogos contra ele. Essa foi sua 12ª vitória em 12 jogos disputados contra o atual 29º colocado do ranking mundial. Com o triunfo, Djokovic chegou a 210 vitórias em torneios de Grand Slam e terá como próximo adversário o francês Gilles Simon, 14º cabeça de chave, que em outro jogo do dia arrasou o argentino Federico Delbonis com parciais de 6/3, 6/2 e 6/1.

Outro duelo das oitavas de final definido nesta sexta-feira irá reunir Kei Nishikori e Jo-Wilfried Tsonga. Sétimo cabeça de chave, o japonês avançou ao vencer o espanhol Guillermo Garcia-Lopez por 3 sets a 1, com parciais de 7/5, 2/6, 6/3 e 6/4. Já o francês, nono pré-classificado, eliminou o seu compatriota Pierre-Hugues Herbert por 6/4, 7/6 (9/7) e 7/6 (7/4).

Member of The Internet Defense League