Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

F1: Rosberg é pole na Rússia e Hamilton sai em 10º

Tricampeão voltou a ter problemas no carro e viu o alemão, líder isolado da temporada, dominar mais um treino classificatório. Massa largará em 4º

Nico Rosberg conquistou mais uma pole position na manhã deste sábado. Novamente, o piloto alemão, líder isolado da temporada 2016 da Fórmula 1, não terá Lewis Hamilton ao seu lado na largada do GP da Rússia no domingo. O tricampeão mundial voltou a ter problemas no carro e só largará em 10º. O brasileiro Felipe Massa, da Williams, sairá no quarto posto e o compatriora Felipe Nasr será o 19º no grid do Circuito de Sochi. A corrida deste domingo tem largada marcada para as 9 horas da manhã (horário de Brasília).

Hamilton, o mais rápido do Q1 e o segundo no Q2, teve problemas no carro antes do início do Q3, a última sessão do treino classificatório. Uma falha no MGU-H, um dos componentes do sistema de recuperação da sua unidade de potência, impediu seu retorno à pista. Assim, herdou o último lugar do Q3, que é o 10º posto.

Leia também:

F1: Hamilton admite incômodo com vantagem de Rosberg

“A F1 era melhor quando eu era um ditador”, dispara Ecclestone

Hamilton decreta: “Não preciso ser amigo de Rosberg”

Com mais este problema, o inglês segue sem ter um fim de semana sem obstáculos neste ano. Na última etapa, na China, ele precisou largar da última colocação. Rosberg, como aconteceu agora, soube tirar vantagem da falta de concorrência e obteve a pole com facilidade. Ele venceu as três corridas da temporada e tem folga de 36 pontos sobre o companheiro de Mercedes (e maior rival na Fórmula 1), Hamilton.

Na Rússia, Rosberg conquistou a segunda pole da temporada e a 24ª da carreira. Ele cravou o melhor tempo do Q3 com 1min35s417, praticamente sem sofrer ameaças do compatriota Sebastian Vettel. O piloto da Ferrari anotou 1min36s123. Porém, terá que trocar o segundo posto no grid pelo sétimo lugar. Trata-se de punição sofrida ainda na sexta-feira por ter trocado a caixa de câmbio após o segundo treino livre.

Assim, o finlandês Valtteri Bottas foi beneficiado pela sanção a Vettel e herdou o segundo lugar do grid. O piloto da Williams será seguido pelo compatriota Kimi Raikkonen, da Ferrari, e por Felipe Massa, seu parceiro de equipe. Massa obteve o quinto tempo no treino, mas sairá em quarto por causa da punição de Vettel.

O Top 10 tem ainda o australiano Daniel Ricciardo (Red Bull), o mexicano Sergio Pérez (Force India), o local Daniil Kvyat (Red Bull), o holandês Max Verstappen (Toro Rosso) e Lewis Hamilton. O brasileiro Felipe Nasr, da Sauber, não conseguiu passar do Q1, assim como seu companheiro de equipe, o sueco Marcus Ericsson. Nasr, que estreou novo chassi na Rússia, vai largar da 19ª posição, três à frente de Ericsson, que será o último piloto do grid.

O resultado final do treino classificatório do GP da Rússia:

1º – Nico Rosberg (ALE/Mercedes), 1min35s417

2º – Sebastian Vettel (ALE/Ferrari), 1min36s123*

3º – Valtteri Bottas (FIN/Williams), 1min36s536

4º – Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari), 1min36s663

5º – Felipe Massa (BRA/Williams), 1min37s016

6º – Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull), 1min37s125

7º – Sergio Pérez (MEX/Force India), 1min37s212

8º – Daniil Kvyat (RUS/Red Bull), 1min37s459

9º – Max Verstappen (HOL/Toro Rosso), 1min37s583

10º – Lewis Hamilton (ING/Mercedes), sem tempo

11º – Carlos Sainz Jr (ESP/Toro Rosso), 1min37s652

12º – Jenson Button (ING/McLaren), 1min37s701

13º – Nico Hülkenberg (ALE/Force India), 1min37s771

14º – Fernando Alonso (ESP/McLaren), 1min37s807

15º – Romain Grosjean (FRA/Haas), 1min38s055

16º – Esteban Gutierrez (MEX/Haas), 1min38s115

17º – Kevin Magnussen (DIN/Renault), 1min38s914

18º – Jolyon Palmer (ING/Renault), 1min39s009

19º – Felipe Nasr (BRA/Sauber), 1min39s018

20º – Pascal Wehrlein (ALE/Manor), 1min39s399

21º – Rio Haryanto (IND/Manor), 1min39s463

22º – Marcus Ericsson (SUE/Sauber), 1min39s519.

* Vettel foi punido em cinco posições no grid e vai largar em 7º.

Member of The Internet Defense League