Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

F1: Mercedes denuncia ex-engenheiro por roubo de dados

Benjamin Hoyle é suspeito de tentar levar documentos confidenciais da equipe alemã antes de se transferir para a Ferrari

A Mercedes, equipe bicampeã da Fórmula 1, foi à Justiça contra seu ex-engenheiro, Benjamin Hoyle, alegando que o funcionário tentou roubar dados confidenciais da escuderia antes de se desligar do emprego. Hoyle tinha como função liderar a aplicação de performance no setor de motores da Mercedes e notificou a equipe que se desligaria ao fim da atual temporada. Seu destino deve ser a Ferrari. As informações são da agência de notícias americana Bloomberg.

Leia também:

Depois de quatro anos, Renault compra Lotus e volta à F-1

Hamilton decreta: “Não preciso ser amigo de Rosberg”

Em imagens exclusivas, os bastidores da F1 em Interlagos

De acordo com a Mercedes, o funcionário reuniu diversos documentos confidenciais após declarar que não iria mais fazer parte da equipe no ano que vem, incluindo um relatório após o GP da Hungria, além de informações dos motores. Sem dar maiores detalhes, a Mercedes confirmou que está se posicionando perante a justiça para se proteger. A Federação internacional de Automobilismo também deverá analisar o caso, como fez em 2007, quando a McLaren teve acesso a informações da Ferrai através de dois ex-funcionários da escuderia italiana que se transferiram para a tradicional equipe inglesa.

(com Gazeta Press)

Member of The Internet Defense League