Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

F1: à beira da falência, Marussia e Caterham desistem do GP dos EUA

Principal piloto da equipe, Jules Bianchi segue internado no Japão

A escuderia Marussia desistiu de participar do GP dos Estados Unidos, no próximo fim de semana em Austin, por problemas financeiros. A equipe, que sofreu abalo pelo acidente de Jules Bianchi no GP do Japão, entrou nesta segunda-feira em recuperação judicial e repassou seu comando para a empresa FRP Advisory. “Com os acionistas atuais na impossibilidade de financiar a escuderia no nível exigido, a direção trabalhou incansavelmente para trazer novos investimentos, com o objetivo de assegurar seu futuro a longo prazo, mas, infelizmente, foi incapaz de fazer isso no tempo disponível”, informou Geoff Rowley, administrador adjunto da empresa de reestruturação. Na última sexta-feira, outra equipe pequena, a Caterham, havia tomado a mesma decisão, também por estar perto da falência.

Leia também:

Mãe de Bianchi insinua que sofre pressão: ‘F1 é um grande negócio’

Marussia nega ter pedido para Bianchi manter velocidade

Pai de Bianchi diz que situação do piloto é ‘desesperadora’

Pilotos usam adesivos em homenagem a Bianchi em GP

Trauma no cérebro de Jules Bianchi pode deixar sequelas

Rowley assegurou que todos os empregos da Marussia foram mantidos até o momento e que os salários serão pagos até o fim do mês, mas alertou que “o quadro de funcionários dependerá do sucesso da Marussia em atrair novos investidores no pouco tempo que lhe resta”. Segundo ele, a participação da Marussia nas duas últimas provas da temporada 2014, em São Paulo e Abu Dhabi, também estão ameaçadas. A Caterham já adiantou que não participará de nenhuma das três corridas.

A Marussia entrou na F1 em 2012, no lugar da Virgin Racing, após o empresário russo Nikolaï Fomenko comprar as ações do britânico Richard Branson. O orçamento anual é um dos mais baixos da categoria, com menos de 100 milhões de euros, enquanto as escuderias de ponta trabalham com cerca de 250 milhões de euros. Os primeiros pontos da Marussia foram marcados justamente por Bianchi, que chegou em nono do GP de Mônaco em maio deste ano. O piloto francês de 25 anos sofreu um grave traumatismo cerebral no dia 5 de outubro, após se chocar com um trator que estava removendo outro carro na pista do circuito de Suzuka. De acordo com o último boletim médico divulgado pela Marussia, em 14 de outubro, seu estado continuava “crítico, mas estável”.

Próximas provas
Data Local Autódromo
02/11 Estados Unidos Austin
09/11 Brasil Interlagos
23/11 Abu Dhabi Yas Marina
As equipes e pilotos
Equipe Pilotos
Red Bull Sebastian Vettel (Alemanha) Daniel Ricciardo (Austrália)
Ferrari Fernando Alonso (Espanha) Kimi Raikkonen (Finlândia)
McLaren Jenson Button (Grã-Bretanha) Kevin Magnussen (Dinamarca)
Lotus Pastor Maldonado (Venezuela) Romain Grosjean (França)
Mercedes Nico Rosberg (Alemanha) Lewis Hamilton (Grã-Bretanha)
Sauber Esteban Gutiérrez (México) Adrian Sutil (Alemanha)
Force India Nico Hulkenberg (Alemanha) Sérgio Pérez (México)
Williams Felipe Massa (Brasil) Valtteri Bottas (Finlândia)
Toro Rosso Daniil Kvyat (Rússia) Jean-Eric Vergne (França)
Caterham Andre Lotterer (Alemanha) Marcus Ericsson (Suécia)
Marussia Jules Bianchi (França) Max Chilton (Grâ-Bretanha)

(Com agência France-Présse)

Member of The Internet Defense League