Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Doping de Sharapova excede limite previsto para anistia

A atleta seria inocentada pela Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês) caso exame não apontasse altas doses de Meldonium (acima de 1 micrograma)

A tenista Maria Sharapova deve mesmo ser afastada das quadras e receber uma punição, como era previsto desde que testou positivo para a substância Meldonium. Nesta quinta-feira, o ministro do Esporte da Rússia, Vitaly Mutko, revelou que a concentração de Meldonium no exame de sangue da jogadora, colhido durante o Aberto da Austrália, em janeiro, excedia o limite estabelecido para a anistia que será concedida pela Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês).

A entidade anunciou há duas semanas que os atletas detectados com baixa concentração da substância no fluxo sanguíneo (menos de 1 micrograma) serão inocentados, mesmo com o Meldonium integrando a lista de elementos proibidos desde o dia 1 de janeiro. A anistia a esse grupo de atletas foi decidida, de acordo com a Wada, porque esse limite de 1 micrograma leva a crer que os esportistas utilizaram a substância antes da proibição.

Leia também

Doping por Meldonium, uma nova ameaça para a Rio-2016

Doping na Rússia, uma política de Estado

Suspensa provisoriamente, Isinbayeva disputará circuito russo pensando na Rio-2016

“O caso de Sharapova é mais complicado. A concentração no seu sangue estava acima do estabelecido. Ela tomou o remédio por muitos anos a partir de prescrição médica. Eu não estou anunciando se ela está apta a ser punida ou não. Nós apenas queremos restaurar a posição dela no esporte”, disse Mutko, em entrevista a um canal público de esportes da Rússia.

O Meldonium, também conhecido como Mildronato, é uma substância produzida na Letônia para melhorar fluxo sanguíneo e que ajuda a aumentar a resistência, sendo mais comum em países do Leste Europeu e que fizeram parte da União Soviética. Na Rússia, que concentra vários dos casos de doping envolvendo a substância, é formalmente recomendado para problemas cardíacos.

(Com Estadão Conteúdo)

Member of The Internet Defense League