Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Djokovic vence Murray – mais uma vez – e iguala recorde de maior campeão na Austrália

Sérvio alcançou Roy Emerson como hexacampeão do Grand Slam em Melbourne. Já o britânico acumulou o quinto vice-campeonato

Não deu para Andy Murray novamente. O sérvio Novak Djokovic conquistou seu sexto título do Aberto da Austrália na manhã deste domingo, ao vencer o britânico por 3 sets a 0, com parciais de 6-1, 7-5 e 7-6 (3), na reedição das finais de 2011, 2013 e 2015. Com quatro decisões em Melbourne no currículo, Murray segue em busca do primeiro título, enquanto Djokovic se igualou ao australiano Roy Emerson como o maior campeão da história do Grand Slam australiano.

Leia também:

Bruno Soares é campeão de novo, agora nas duplas mistas

Angelique Kerber bate Serena e fatura seu 1º Grand Slam na Austrália

Martina Hingis é campeã do torneio de duplas do Aberto da Austrália

Desta vez, o líder do ranking da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), sofreu menos para bater o freguês Murray, em apenas 2h53min. Ao final da partida, Djokovic beijou o piso da Rod Laver Arena e se disse honrado por alcançado a marca de Roy Emerson. “Estou encantado de ter igualado o recorde de seis vitórias no Aberto da Austrália. Me sinto honrado de ser mencionado ao lado de uma grande lenda”, afirmou o atleta de 28 anos.

Este foi o 11º título de Grand Slam da carreira do sérvio, igualando o sueco Björn Borg e o australiano Rod Laver. Ele agora só está atrás do próprio Roy Emerson, com 12, do espanhol Rafael Nadal e do americano Pete Sampras, ambos com 14 conquistas, e do suíço Roger Federer, líder com 17.

Djokovic ampliou seu retrospecto favorável contra Murray (22 vitórias e nove derrotas) e tentou consolar o rival, que terminou como vice-campeão do torneio pela quinta vez. “Ele é um grande campeão, um grande amigo e está defendendo o nosso esporte”, disse Djokovic sobre o campeão olímpico em Londres-2012.

(da redação)

Member of The Internet Defense League