Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Djokovic vence Federer e é bicampeão do US Open

Sérvio conquista seu décimo título de Grand Slam – o terceiro em 2015. Na chave feminina, Pennetta leva o título e anuncia aposentadoria

O sérvio Novak Djokovic manteve seu reinado no tênis mundial e conquistou seu segundo título do US Open ao bater o suíço Roger Federer por 3 sets a 1, com parciais de 6/4, 5/7, 6/4 e 6/4, em 3 horas e 9 minutos, neste domingo. Aliando técnica, força física e um controle emocional acima da média, o líder do ranking da ATP chegou a seu terceiro título de Grand Slam em 2015 – faturou também o Aberto da Austrália, em janeiro, o Wimbledon, em julho, e ainda foi vice-campeão em Roland Garros, quando perdeu para o suíço Stan Wawrinka. Ao todo, foram 10 títulos de Grand Slam na carreira: cinco em Melbourne, três em Londres e os dois em Nova York.

A decisão por pouco não aconteceu neste domingo, por causa da chuva que caiu em Nova York. O jogo deveria começar às 16h locais (17h no horário de Brasília), mas só foi iniciado cerca de três horas depois. No ano que vem, a chuva não será mais problema, já que o Arthur Ashe Stadium de Nova York estará totalmente coberto após reforma. Em quadra, o jogo foi de alto nível, como esperado. No primeiro set, Djokovic foi superior fazendo com que Federer ficasse mais no fundo de quadra. Mesmo com um escorregão no início, que lhe rendeu escoriações no corpo todo, o sérvio ganhou por 6/4.

Na segunda parcial, Federer mostrou mais intensidade e, apesar de alguns erros bobos, venceu por 7/5. Na terceira, houve mais equilíbrio e quebras de saque para ambos. Quem se deu melhor no fim foi Djokovic, que com dificuldade fez 6/4. No quarto set, Federer, desconcentrado, cometeu muitos erros não-forçados na hora errada e permitiu que Djokovic fechasse a partid com novo 6/4. O sérvio de 28 anos igualou o confronto direto contra Federer: são 21 vitórias para cada um, em 42 partidas. O suíço, de 34 anos, desperdiçou mais uma chance de chegar ao 18º título de Grand Slam – não vence desde o Wimbledon de 2012.

Título e aposentadoria – Na final feminina, disputada no sábado, a italiana Flavia Pennetta obteve sua despedida sonhada. Em sua primeira final de Grand Slam, a atleta de 33 anos venceu a compatriota Roberta Vinci, algoz de Serena Williams, por 2 sets a 0, parciais de 7/6(4) e 6/2 em 1 hora e 34 minutos. Ao final da partida, que contou com a presença do primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, Pennetta anunciou sua aposentadoria do tênis para o final desta temporada.

“Me aposento no fim do ano. Não poderia sonhar em fechar meu último US Open com uma partida assim”, declarou Pennetta na entrevista da entrega do troféu, no Arthur Ashe Stadium. No fim de outubro, ela disputará o Masters da WTA em Cingapura.

Pennetta ainda alcançará o melhor ranking de sua carreira: na atualização da lista da WTA, aparecerá no 8º lugar, superando a 10ª posição conquistada em 2009. Roberta Vinci, de 32 anos, também vai dar um grande salto no ranking, subindo 24 posições para aparecer no 19º lugar.

(com Estadão Conteúdo)

Member of The Internet Defense League