Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Diego Costa não é chamado pela Espanha e técnico admite: ‘Não gostei do que fez’

Del Bosque reprovou a confusão protagonizada pelo atacante do Chelsea no clássico contra o Arsenal, mas diz que agressão não pesou em sua exclusão

O técnico Vicente Del Bosque convocou nesta sexta-feira a seleção da Espanha para os dois últimos jogos das Eliminatórias da Eurocopa de 2016. O brasileiro naturalizado espanhol Diego Costa, do Chelsea, ficou fora da lista. Del Bosque explicou que o fato de o atacante estar suspenso para o primeiro jogo foi determinante para sua exclusão, mas o treinador também reprovou a atitude de Diego Costa na confusão que protagonizou em partida recente, contra o Arsenal, no Campeonato Inglês.

No clássico de Londres, Diego Costa deu um tapa no francês Laurent Koscielny e provocou o brasileiro Gabriel Paulista (que acabou expulso após revidar com um leve chute), tumultuando a partida. O fato causou grande repercussão na Europa e a Associação de Futebol da Inglaterra teve que intervir: retirou a punição de Gabriel Paulista e suspendeu Diego Costa por três partidas.

Leia também:

Diego Costa é suspenso por três jogos por ‘conduta violenta’

Companheiro diz que Diego Costa ‘trapaceia’ – e depois se arrepende

Mourinho a jornalista: ‘Entre no Google antes de fazer pergunta idiota’

Del Bosque deixou claro nesta sexta que não ficou satisfeito com a postura do atacante naquela partida. “O que aconteceu no Campeonato Inglês não foi edificante, não gostei do que ele fez”. Porém, o treinador da seleção espanhola fez questão de destacar que não foi a confusão que tirou Diego Costa da lista atual. “Ele não pode jogar a primeira partida e preferimos não levá-lo desta vez. Ele não está jogando mal, contaremos com ele no futuro e tudo segue normalmente.”

Costa vai cumprir suspensão no jogo contra Luxemburgo, em 9 de outubro, por causa da sequência de cartões amarelos que acumulou nestas Eliminatórias. Contudo, poderia voltar ao time para a partida contra a Ucrânia, no dia 12. A Espanha só precisa de uma vitória nestes dois jogos para assegurar sua classificação à Eurocopa.

Sem Diego Costa, o treinador espanhol chamou Alvaro Morata, da Juventus, e também trouxe de volta o meia Thiago Alcantara, do Bayern de Munique, ausente nos últimos jogos por lesão. Andrés Iniesta, do Barcelona, e Koke, do Atlético de Madrid, ficaram de fora por problemas físicos.

Lista de convocados da Espanha:

Goleiros: Iker Casillas (Porto), David De Gea (Manchester United), Sergio Rico (Sevilla);

Defensores: Dani Carvajal (Real Madrid), Gerard Piqué (Barcelona), Marc Bartra (Barcelona), Juanfran (Atlético de Madrid), Sérgio Ramos (Real Madrid), Jordi Alba (Barcelona), Cesar Azpilicueta (Chelsea), Inigo Martinez (Real Sociedad);

Meio-campistas: Sergio Busquets (Barcelona), Santi Cazorla (Arsenal), David Silva (Manchester City), Isco (Real Madrid), Cesc Fàbregas (Chelsea), Bruno Soriano (Villarreal), Thiago Alcantara (Bayern de Munique), Juan Mata (Manchester United);

Atacantes: Pedro (Chelsea), Paco Alcácer (Valencia), Alvaro Morata (Juventus), Nolito (Celta).

(Com Estadão Conteúdo)

Member of The Internet Defense League