Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Del Nero encerra licença e volta à presidência da CBF

Cartola havia se afastado do cargo após ser indiciado pela Justiça americana

Marco Polo del Nero decidiu antecipar o fim de sua licença e voltou à presidência da CBF. O cartola reassumiu o cargo ainda na quinta-feira da semana passada, mas nenhum comunicado público chegou a ser feito. A informação, contudo, foi confirmada pela entidade na noite desta segunda-feira.

O cartola já se reúne com seus cinco vice-presidentes nesta terça-feira. O encontro havia sido inicialmente marcado para esta segunda, mas teve de ser adiado porque três dos cinco vices não conseguiram viajar a tempo.

Eleito em abril do ano passado, Marco Polo Del Nero pediu licença do cargo em dezembro, quando foi indiciado pela Justiça dos Estados Unidos por suspeita de envolvimento em um esquema de recebimento de propina em negociações para venda de direitos de marketing de torneios de futebol. Del Nero cedeu o cargo interinamente para o deputado federal Marcus Vicente (PP-ES), mas, em janeiro, retomou a presidência por apenas três dias apenas para tirar Vicente do posto e conduzir o coronel Antônio Carlos Nunes. Nunes, agora, volta à vice-presidência.

“[Del Nero] tinha se licenciado para se defender das acusações que estão sendo investigadas pelo comitê de ética da Fifa. Como não há prazo nem a perspectiva de quando a Fifa vai se pronunciar, ele se sentiu à vontade para voltar a exercer as suas funções em um momento em que a CBF e a seleção estão precisando da sua contribuição”, disse uma fonte ligada à entidade para a agência Reuters.

Mesmo licenciado, Del Nero nunca deixou de dar as cartas na CBF. Ele era visto com frequência na entidade. Na terça-feira passada, dois dias antes de reassumir a presidência, participou da reunião que bancou o técnico Dunga para a sequência das Eliminatórias e para a Olimpíada.

(Com Estadão Conteúdo e Reuters)

Member of The Internet Defense League