Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Daniel Alves critica imprensa com palavrão – e Barcelona condena o brasileiro

Lateral se revoltou com a repercussão na mídia dos desentendimentos no clássico da Catalunha

O lateral Daniel Alves se indispôs com a imprensa espanhola e até com o seu próprio clube nesta sexta-feira. Pela manhã, o brasileiro criticou a mídia pela forma como vem tratando a rivalidade entre o Barcelona e o Espanyol, as duas equipes mais populares da Catalunha, que se envolveram em confusões nas duas últimas partidas. O jogador utilizou palavrões e foi imediatamente repreendido pela Barcelona, que escreveu que não “admite nem concorda” com as atitudes do jogador de 32 anos.

Leia também:

Neymar e Daniel Alves estão na seleção da Uefa de 2015

Daniel Alves acha que seleção ‘paga o pato’ por crise no Brasil

‘Cada um sabe da sua vida’, diz Daniel Alves sobre recusa de Rafinha

Chateado com as notícias sobre as brigas entre jogadores do Barcelona e do Espanyol na partida da última quarta-feira, Daniel Alves usou o Instagram para desabafar. “Cada dia que passa tenho mais vergonha de fazer parte deste esporte, de como somos usados, como brincam conosco. (…) Somos objetos usados pela imprensa vender jornal. Cada vez falam menos de estratégia, de futebol, dos dribles, defesas e do espetáculo. Que p… de lixo que são”, escreveu o lateral brasileiro.

Pouco depois, o Barcelona enviou um comunicado oficial aos meios de comunicação espanhóis, deixando claro que não aprova as ofensas do atleta. “Daniel Alves publicou hoje no Instagram um texto muito crítico em relação aos meios de comunicação e até chegou a usar expressões ofensivas. Apesar das opiniões, que o jogador pode expressar com total liberdade, o Barcelona vê a necessidade de esclarecer que não aceita nem concorda com as expressões ofensivas utilizadas”, informou o clube campeão europeu e mundial.

Falastrão – Daniel Alves é um velho crítico da imprensa espanhola, sobretudo dos meios da capital Madri. Mais de uma vez, o lateral se negou a responder perguntas do jornal Marca, ao qual também chamou de “lixo”, por considerar que faz campanha a favor do Real Madrid e contra o Barcelona.

No ano passado, às vésperas da final da Liga dos Campeões, Daniel Alves convocou uma explosiva entrevista na qual se disse “menosprezado” pelo clube, que ainda não havia decidido sobre sua renovação. “Este ano aguentei muitas coisas, escutei muitas besteiras. Faltaram com respeito e tenho um limite. Não estou pensando em dinheiro, quero apenas ser valorizado pelo que fiz no clube. Nenhum jogador fez mais do que eu nesta posição e não vou aceitar que desmereçam tudo que fiz por essa camisa”, desabafou o atleta, no clube desde 2008.

Depois do título da Liga dos Campeões, Daniel Alves, enfim, obteve sua renovação e fez juras de amor ao clube. Em seguida, viajou com a seleção para a Copa América e, depois da eliminação, fez críticas aos treinadores brasileiros e disse que o treinador do Brasil deveria ser Pep Guardiola. Ainda assim, continuou sendo convocado por Dunga.

(da redação)

Member of The Internet Defense League