Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Corinthians espera mudança de horário de jogo para evitar título sem jogar

Caso o time paulista vença o Coritiba no sábado, um tropeço do Atlético-MG contra o Figueirense no domingo proporcionaria o "hexa pela TV"

A enorme folga em relação ao segundo colocado Atlético-MG pode causar uma situação desagradável ao líder Corinthians: o time paulista pode conquistar seu sexto título do Campeonato Brasileiro com cinco rodadas de antecedência, mas sem jogar. No próximo sábado, o time enfrentará o Coritiba em Itaquera e, em caso de vitória, dependeria apenas de um tropeço do Atlético diante do Figueirense, no domingo, para oficializar a conquista. Logo após a vitória na “final antecipada” em Belo Horizonte, representantes do Corinthians pediram para que a partida do Corinthians seja transferida para domingo, para que o time tenha a possibilidade de fazer a festa diante de sua torcida.

Leia também:

Corinthians vence ‘final antecipada’ e fica a um passo do hexa

Santos bate o Palmeiras em ‘prévia’ da final da Copa do Brasil

Fluminense vence clássico e aproxima Vasco da Série B

O ex-presidente Andrés Sanchez disse que nenhuma mudança será solicitada formalmente, mas espera que a alteração seja feita pela CBF. Apesar das limitações do Estatuto do Torcedor, é possível que a TV Globo, detentora dos direitos de transmissão, determine a alteração para poder transmitir a festa da segunda maior torcida do país. Por questões de segurança, seria necessário ainda mexer no horário do confronto entre Palmeiras e Vasco, que também atuariam na tarde de domingo em São Paulo.

“Tem que ser no mesmo horário”, afirmou o técnico Tite falando sobre “equilíbrio técnico” e reiterando pedido que vem fazendo há algumas rodadas. “Dá para remanejar. Olha a tabela e remaneja. Tem de ter sensibilidade”, afirmou o treinador, visivelmente incomodado com a hipótese de não poder celebrar o título em campo.

Malcom, ansioso por seu primeiro título como profissional, também espera poder fazer a festa ao lado da torcida. “Seria mais gostoso ser campeão dentro de campo e comemorar com a nossa torcida, claro. De qualquer maneira, vamos trabalhar para assegurar esse troféu o mais rápido possível”, comentou o atacante de 18 anos, destaque do time no Independência.

Em 12 edições do Brasileirão por pontos corridos, jamais um time foi campeão assistindo a um jogo do concorrente pela TV. Em 2013, ocorreu o mais próximo disso: o Cruzeiro garantiu o título matematicamente no intervalo de sua partida contra o Vitória, porque o vice-líder Atlético-PR havia tropeçado em partida marcada para uma hora antes. No futebol europeu, a situação desagradável já ocorreu diversas vezes.

(com Gazeta Press)

Member of The Internet Defense League