Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Corinthians conquista o seu sexto título do Brasileirão

Depois de sobrar no campeonato, equipe comandada por Tite comemora o hexacampeonato com três rodadas de antecedência após o empate em 1 a 1 contra o Vasco, em São Januário

Dono de uma campanha quase perfeita no Campeonato Brasileiro de 2015, o Corinthians confirmou o título na noite desta quinta-feira, com três rodadas de antecedência. A merecida e incontestável conquista veio com o empate em 1 a 1 contra o Vasco, em São Januário – Júlio César abriu o placar para o time carioca, e Vagner Love igualou. É o sexto título da equipe no Brasileirão. Os outros cinco foram vencidos em 1990, 1998, 1999, 2005 e 2011.

A superioridade do time comandado por Tite no torneio foi tanta que o hexacampeonato veio antes mesmo do apito final. Com a vitória por 4 a 2 do rival São Paulo sobre o Atlético-MG, confirmada minutos antes do fim do jogo no Rio, as chances de título da equipe mineira acabaram. E a torcida corintiana, que lotou o espaço para os visitantes em São Januário, pôde finalmente soltar o grito de campeão.

LEIA TAMBÉM:

Tite, o herói corintiano que não faz gols

Os jogos mais marcantes da campanha do hexa

Jogadores destacam superação na temporada

O jogo – Como em tantas outras partidas no campeonato, o Corinthians ditou o ritmo do jogo em São Januário. O valente e desesperado Vasco, que luta contra o rebaixamento, não tinha medo de se arriscar na frente, mas a diferença técnica entre as duas equipes era visível quando o Corinthians tocava na bola. Apesar dessa superioridade, foram poucas as chances de gol em um primeiro tempo nervoso.

A missão do time paulista pareceu ficar mais fácil no segundo tempo, com a expulsão do zagueiro vascaíno Rodrigo por um chute violento no rosto do jovem Malcom. Quando tudo se encaminhava para uma pressão corintiana, o Vasco escapou no ataque e abriu o placar com Júlio César, que tocou por baixo de Cássio após uma bonita tabela com Nenê. O resultado do jogo entre São Paulo e Atlético-MG dava o título ao Corinthians mesmo com a derrota. Mas depois de uma campanha brilhante, o time paulista não queria ser campeão perdendo. Coube ao antes contestado Vagner Love marcar de cabeça o gol de empate, que completou a emocionante festa corintiana no Rio.

Incontestável – Porém, mais do que o empate em São Januário ou a ‘ajudinha’ do rival São Paulo, o hexacampeonato corintiano foi sacramentado pela impressionante regularidade da equipe. Dono do melhor ataque e da melhor defesa em 35 rodadas do Brasileirão, o Corinthians perdeu apenas quatro vezes no campeonato – e em diversas oportunidades mostrou frieza e eficiência, como na emblemática vitória por 3 a 0 sobre o Atlético-MG na ‘final antecipada’ no Independência.

O título também coroa o técnico-herói Tite, que deu a volta por cima depois de eliminações traumáticas no Paulista e na Libertadores e agora comemora mais uma grande conquista à frente do Corinthians. No elenco, o destaque foi a brilhante dupla de meias Jadson e Renato Augusto, as principais armas ofensivas do campeão brasileiro de 2015. A caminhada rumo ao hexa, contudo, também foi facilitada pela ótima fase de outras peças da equipe, como o seguro zagueiro Gil, o sempre regular Elias e o oportunista Vagner Love – que não deixou a torcida sentir saudade de Paolo Guerrero.

Recordes – Absoluto no Brasileirão 2015, o Corinthians agora pode usar as rodadas finais para bater recordes históricos. Neste momento com quase 74% de aproveitamento, o time já supera a melhor marca da era dos pontos corridos, de 2003, do Cruzeiro, com 72,5%. Para confirmar a marca, precisa manter o ritmo nos últimos jogos do Brasileiro. Alguém duvida do hexacampeão?

(Da redação)

Member of The Internet Defense League