Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Copa do Brasil: São Paulo vence o Ceará e respira em meio à crise

Time do técnico Juan Carlos Osorio marca 3 a 0 em Fortaleza e avança às quartas de final

O São Paulo voltou a vencer após três resultados negativos consecutivos. Na noite desta quarta-feira, a equipe comandada por Juan Carlos Osorio fez 3 a 0 sobre o time reserva do Ceará, reverteu a derrota por 2 a 1 sofrida no Morumbi semana passada e avançou às quartas de final da Copa do Brasil. Os gols foram de Rogério Ceni, de pênalti, de Thiago Mendes, em chute de fora da área, e de Alexandre Pato.

Além da vaga na próxima fase do mata-mata nacional, a vitória trouxe um pouco de tranquilidade ao São Paulo. O time espera usufruir do ambiente mais ameno para ganhar também da Ponte Preta na noite de sábado, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro.Já o Ceará ficará concentrado exclusivamente em reagir na Série B. Lutando contra o rebaixamento, a equipe dirigida por Marcelo Cabo visitará o Atlético-GO na tarde de sábado, no Serra Dourada.

LEIA TAMBÉM:

Santos vence e elimina Corinthians no Itaquerão

Palmeiras bate Cruzeiro com show de Gabriel Jesus

Em desvantagem no confronto com o Ceará, o São Paulo não abriu mão da estratégia ofensiva dos seus últimos compromissos. Juan Carlos Osorio apostou desta vez em Paulo Henrique Ganso para municiar Carlinhos, que parece ter abandonado definitivamente a lateral esquerda. Nos primeiros minutos, contudo, o São Paulo não foi muito mais efetivo do que anteriormente. O time quase não fez o goleiro Luís Carlos trabalhar e continuou exposto a contra-ataques como aqueles que definiram o jogo de ida a favor do Ceará.

Aos 27 minutos, por exemplo, Fabinho saiu à frente de Rogério Ceni depois de jogada bem tramada pela equipe da casa, porém finalizou em cima do goleiro. Foi o bastante para animar a torcida cearense no Castelão. A alegria se transformou em irritação em não muito tempo. Aos 41, Wellington Carvalho cometeu falta dura em Alexandre Pato na lateral do campo e acabou expulso.Com um jogador a mais, o São Paulo não demorou a ficar em vantagem também no placar. Carlinhos caiu dentro da área em disputa com Sanchez, e o árbitro Pablo dos Santos Alves assinalou o pênalti. Ceni cobrou no canto aos 45 e, apesar de Luís Carlos ter se esticado, acertou a rede. Osorio nem se mexeu para comemorar.

O técnico também não mudou o São Paulo no intervalo. E logo festejaria à sua maneira outro gol. Aos dez minutos do segundo tempo, Thiago Mendes ganhou espaço para arriscar a finalização de longa distância e foi certeiro para ampliar. Com o resultado que garantia a classificação ao São Paulo, Osorio foi prudente e trocou Wilder por Hudson. O Ceará, por sua vez, continuou acreditando como pedia a maior parte do público do Castelão. Aos 14, Fabinho cobrou uma falta com categoria e colocou a bola no travessão. Na esperança de ao menos levar a disputa para os pênaltis, o técnico Marcelo Cabo alterou Siloé por Rafael Costa, carrasco são-paulino no Morumbi. Já Sandro substituiu o machucado Gilvan. No São Paulo, Wesley ocupou o lugar de Michel Bastos.Desta vez, no entanto, os ventos sopraram mesmo a favor do São Paulo. Aos 30 minutos, Alexandre Pato bateu de primeira depois de cruzamento de Bruno e fechou o marcador no Castelão, fazendo com que muitos torcedores do Ceará deixassem o estádio mais cedo.

(Com Gazeta Press)

Member of The Internet Defense League