Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Companheiro diz que Diego Costa ‘trapaceia’ – e depois se arrepende

Kurt Zouma disse ter se confundido com idioma inglês ao comentar sobre as confusões do atacante no clássico contra o Arsenal

Diego Costa voltou a causar confusão no último sábado, na vitória do Chelsea no clássico sobre o Arsenal, por 2 a 0, no sábado. O atacante brasileiro naturalizado espanhol se desentendeu com os zagueiros rivais, deu um tapa no rosto de Laurente Koscielny e provocou a expulsão do brasileiro Gabriel Paulista. Ao final do jogo, o técnico do Arsenal, Arsene Wenger, disse que a conduta de Diego é “inaceitável” e pediu que o atleta fosse punido. Nesta segunda-feira, a federação inglesa acusou o atleta de “conduta violenta” e anunciou que ele será julgado. E até mesmo um companheiro de Diego Costa, o zagueiro francês Kurt Zouma, acusou o atacante de “trapacear” – mas depois se arrependeu e alegou problemas com o idioma inglês.

“Não fico surpreso. Todos conhecem Diego, é um cara que gosta de trapacear muito e tirar o adversário do jogo. Mas é um cara muito legal e estamos orgulhosos de tê-lo no time”, disse Zouma, logo após a partida em Stamford Bridge, citando o verbo “cheat” (que significa trapacear, enganar, fraudar, etc.). Diante da repercussão de sua declaração, ele usou seu Twitter para se explicar. “Desculpem por qualquer confusão. O inglês não é minha primeira língua e não quis acusar ninguém de trapacear. Simples assim. Diego é um jogador que coloca pressão nos oponentes e por quem tenho um imenso respeito”.

Leia também:

‘Não quer contato? Jogue tênis!’, diz Felipe Melo sobre cotovelada

Mourinho a jornalista: ‘Entre no Google antes de fazer pergunta idiota’

Crise no Chelsea: Mourinho coleciona confusões e já desagrada brasileiros

Diego Costa iniciou a confusão no clássico quando deu um tapa no rosto do francês Koscielny. A arbitragem ignorou a agressão e Gabriel Paulista tomou as dores do companheiro. Primeiro, os brasileiros trocaram empurrões. Depois, Paulista deu um chute em Diego e foi expulso, enquanto o jogador do Chelsea escapou apenas com um cartão amarelo. Os dois foram acusados pela Federação Inglesa de Futebol (FA) de conduta violenta e Arsenal e Chelsea têm até esta terça-feira para apresentar a defesa dos atletas.

Diego Costa têm o hábito de empurrar, discutir e, algumas vezes, até agredir os adversários, o que já lhe rendeu várias críticas desde sua passagem pelo Atlético de Madri. No ano passado, ele trocou empurrões com Steven Gerrard e fez faltas duras em Martin Skrtel num clássico contra o Liverpool e enfureceu os defensores brasileiros do Paris Saint-Germain (Thiago Silva, Marquinhos, David Luiz e Maxwell), em um jogo da Liga dos Campeões. Em ambos os casos, ele escapou de expulsão.

Member of The Internet Defense League