Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Comitê de Ética da Fifa suspende mais um dirigente por 90 dias

Tailandês Worawi Makudi é o quarto cartola punido em menos de uma semana

O presidente da Associação de Futebol da Tailândia, Worawi Makudi, foi suspenso por 90 dias pela Fifa nesta segunda-feira, sob suspeita de ter cometido irregularidades. Makudi, de 63 anos, foi membro do Comitê Executivo da Fifa de 1997 até maio deste ano. Sua suspensão foi anunciada quatro dias depois de o próprio presidente da Fifa, Joseph Blatter, e Michel Platini, presidente da Uefa, também serem suspensos por três meses por suspeitas de corrupção.

Leia também:

Suspensões abalam eleição na Fifa e abrem espaço para Zico

Presidente da confederação africana comandará Fifa durante suspensão

Presidente do COI defende ‘candidato externo’ à sucessão de Blatter na Fifa

Sul-coreano denuncia ‘sabotagem’ de Blatter e acordos corruptos de Havelange

O Comitê de Ética da Fifa suspeita que Makudi tenha violado o código de conduta do organismo gestor do futebol mundial e informou que seu caso “é objeto de uma investigação formal”. Não há detalhes sobre as supostas violações cometidas por pelo tailandês, mas se sabe que Makudi estava sendo investigado sobre o processo de escolha das sedes das Copas do Mundo de 2018 e de 2022, que serão realizadas na Rússia e no Catar, respectivamente.

Em julho, ele foi condenado por falsificação em caso relacionado com sua reeleição como presidente da associação tailandesa. Um tribunal o condenou a 16 meses de prisão, mas a pena estava suspensa. Além de Blatter, Platini e Makudi, a Fifa já suspendeu o ex-secretário-geral Jérôme Valcke, por 90 dias, e o sul-coreano Chung Mong-joon, ex-vice -presidente e pré-candidato a suceder Blatter, por seis anos, o que impossibilitou sua candidatura para 2016.

(com Estadão Conteúdo)

Member of The Internet Defense League