Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com gol no início, Avaí derrota Flu e impede ascensão do rival no Brasileirão

Sem Fred, time de Ronaldinho Gaúcho perde chance de encostar em Corinthians e Atlético Mineiro

O Fluminense viajou até Florianópolis para ratificar sua presença no G4 e se aproximar do Atlético-MG na briga pela liderança do Brasileirão. Mas nem a boa atuação de Ronaldinho Gaúcho foi suficiente para levar pelo menos um empate na bagagem para o Rio. Com um gol logo no início de André Lima, o Avaí venceu o Flu por 1 a 0, na abertura da 17ª rodada da competição, e aumentou a distância para a zona de rebaixamento, cravando 20 pontos na classificação. A equipe de Ronaldinho ficou estacionada no G4, com 30 pontos, mas pode ser superada no complemento da rodada no domingo por várias equipes.

Nos primeiros momentos da partida, o Avaí imprimiu um ritmo forte ao duelo. A equipe catarinense abriu o placar logo no início, aos 5 minutos de jogo, com André Lima, após rebote de Diego Cavalieri em chute forte de Romulo. O goleiro do Fluminense não conseguiu segurar o chute venenoso do meia do Avaí, com a bola desviando no meio do caminho, dificultando a defesa.

A vantagem empolgou o time da casa e deixou o jogo mais aberto, com investidas das duas equipes. O ataque do Fluminense não conseguia aproveitar as boas jogadas criadas por Ronaldinho Gaúcho, que não estabelecia um bom entrosamento com Magno Alves.

Com a saída para o jogo, o time carioca permitia o contra-ataque adversário. O Avaí quase ampliou aos 19, com Romulo pelo lado esquerdo. O meia passou para André Lima, que fez o trabalho de pivô e rolou de calcanhar para Marquinhos. O jogador cruzou para a área do Fluminense, mas Pierre conseguiu desviar e evitar o segundo do time da casa.

Os anfitriões marcavam muito forte, provocando jogadas ríspidas no meio campo, impedindo uma melhor articulação da equipe carioca. Na melhor chance dos visitantes, aos 38, o zagueiro Marlon não conseguiu concluir após boa cobrança de escanteio de Ronaldinho e falha do goleiro Diego. O zagueiro do Flu bateu mal e mandou sobre o gol.

Na volta do intervalo, a pressão do Fluminense aumentou. O time carioca tentava imprimir a rapidez a suas ações, mas deixava espaços para o contra-ataque adversário. As jogadas divididas continuavam e o jogo ficava mais pegado. Aos 19, após reclamar com o juiz Thiago Duarte, o técnico dos anfitriões, Gilson Kleina, foi expulso.

O Fluminense continuava sua pressão e Ronaldinho, o melhor da equipe, quase empatou aos 35. O meia resolveu cobrar direto mesmo com longa distância e quase marcou. A bola passou perto do ângulo esquerdo de Diego, que já estava batido no lance.

Mas o time do Rio não desistia e o sufoco contra o time da casa era cada vez maior. No último lance de perigo do Flu, Ronaldinho quase marcou um gol olímpico. Diego desviou com a bola quase dentro do gol. Mas não era mesmo o dia da equipe carioca, que não conseguiu aproveitar a falta de tranquilidade do Avaí e ficou sem marcar o seu gol.

(Com Estadão Conteúdo)

Member of The Internet Defense League