Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cinegrafista se desculpa por atropelamento e presenteia Bolt

Profissional chinês e tetracampeão mundial dos 200 metros protagonizaram a cena mais curiosa do Mundial de Atletismo de Pequim na quinta-feira

O cinegrafista chinês que se tornou uma celebridade mundial ao derrubar Usain Bolt no Mundial de atletismo de Pequim conseguiu se desculpar com o astro do esporte. Logo após a cerimônia de premiação no Estádio Ninho de Pássaro, Tao Song, que trabalha na emissora chinesa CCTV, cumprimentou o tetracampeão mundial dos 200 metros livres e o presenteou com uma espécie de bracelete da sorte, segundo relatos do jornal britânico The Guardian desta sexta-feira.

Leia também:

Bolt é ‘atropelado’ por cinegrafista após título em Pequim

Atleta fica bêbado e paga motorista de táxi com medalha de ouro

Panamenha erra salto e cai de cara na água em Mundial de atletismo

“O importante é que ele está bem. Eu estou bem e pronto para voltar a trabalhar”, contou Tao Song ao jornal, com a ajuda de um tradutor, que brincou ao chamá-lo de “uma nova estrela mundial”. Bastante sorridente, Bolt aceitou o pedido de desculpas e o presente e mostrou que o atropelamento não o lesionou gravemente.

Na quinta-feira, logo depois da vitória de Bolt na prova dos 200 metros, Tao Song perdeu o controle de sua segway (um veículo de duas rodas) e atropelou o campeão, que acenava para os fãs chineses. Bolt brincou com a situação ao citar seu maior rival nas pistas, o americano Justin Gatlin. “O rumor é que Gatlin o pagou para fazer isso”, disse, na entrevista coletiva. O americano, então retrucou: “Então vou pedir meu dinheiro de volta”.

(da redação)

Member of The Internet Defense League