Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasileiros brilham em festa de gala da Liga Mundial de Surfe

Adriano de Souza, o Mineirinho, recebeu o troféu de campeão mundial. Gabriel Medina, Filipe Toledo, Ítalo Ferreira e Silvana Lima também foram premiados

A Liga Mundial de Surfe (WSL, na sigla em inglês) realizou nesta segunda-feira a sua festa de gala anual, na qual premia os melhores surfistas do ano anterior, em Gold Coast, na Austrália. O destaque da festa foi o brasileiro Adriano de Souza, o Mineirinho, campeão mundial de 2015, que recebeu o troféu da entidade, assim como campeã da categoria feminina, a havaiana Clarissa Moore.

Leia também:

Surfe: Mick Fanning não vai competir pelo título neste ano

Kelly Slater salva mãe e filho de onda gigante no Havaí

Fanning e Slater homenageiam Mineirinho pelo título

Outros integrantes da “Tempestade Brasileira” foram premiados: Gabriel Medina, campeão mundial em 2014, levou o prêmio de “melhor manobra do ano”; Filipe Toledo venceu como “performance mais impressionante”; e Ítalo Ferreira foi reconhecido como “calouro do ano”. Na categoria feminina, Silvana Lima também levou o prêmio de “melhor manobra do ano”.

Ao subir o palco e receber seu prêmio, Mineirinho discursou e relembrou a infância pobre no Guarujá (SP) e as dificuldades pelas quais passou até chegar ao topo do surfe mundial. Ele ainda recebeu uma homenagem do tricampeão Mick Fanning, que contou uma história sobre o dia em que foi atacado por um tubarão na etapa da África do Sul. “Uma coisa que poucas pessoas sabem é que quando Adriano soube do que aconteceu comigo em J-Bay, ele já estava no aeroporto e havia feito check-in para seu voo. Porém, ele deu meia volta e retornou para Porto Elizabeth para ficar comigo. Esta é uma enorme prova de seu caráter. Eu te amo, irmão”, declarou o australiano, que não irá competir em todas as provas desta temporada, que será aberta na quinta-feira, em Gold Coast.

(da redação)

Member of The Internet Defense League