Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Blatter passa por exames após sentir mal-estar por estresse

Presidente suspenso da Fifa está em um hospital de Zurique e deve ficar uma semana afastado das atividades na entidade

O presidente suspenso da Fifa, Joseph Blatter, passou por exames médicos em um hospital de Zurique, na Suíça, depois de sofrer um mal-estar nesta sexta-feira. Pessoas próximas informaram que o dirigente de 79 anos teve problemas de saúde relacionados a estresse. “O presidente Blatter está no hospital para um check-up médico. Ele está bem e deve ir para casa em breve”, afirmou seu advogado, Richard Cullen.

Leia também:

‘Pixuleco’ de Blatter será queimado em celebração na Inglaterra

Blatter revela acerto para Copas na Rússia e nos EUA e ataca Platini e Sarkozy

Banido, sul-coreano acusa Blatter de golpe e compara Fifa ao Titanic

“Ele está sob avaliação. Os médicos o afastaram das atividades por alguns dias e esperam que ele esteja de volta em torno de quinta ou sexta-feira da próxima semana”, afirmou o porta-voz de Blatter, Klaus Stoehlker. “Ele está sob uma tremenda pressão de vários lados e talvez isso seja um pouco difícil para um homem que não é mais tão jovem.”

Blatter, que comanda a entidade máxima do futebol desde 1998, foi suspenso provisoriamente por 90 dias em outubro em meio ao pior escândalo de corrupção na história da Fifa. Em maio, quando as primeiras prisões de cartolas foram efetuadas, Blatter insistia que tinha “energia suficiente para mais um mandato de quatro anos” no comando da Fifa. No entanto, dias depois de ser eleito, ele anunciou que deixaria o cargo após nova eleição, marcada para 26 de fevereiro de 2016.

O dirigente suíço foi suspenso da Fifa por suspeitas de má gestão e apropriação indébita na entidade máxima do futebol. Ele ainda é acusado por um pagamento suspeito ao presidente da Uefa, Michel Platini, de 2 milhões de francos suíços (cerca de 8,6 milhões de reais), em fevereiro de 2011, alegadamente por um trabalho feito pelo francês entre janeiro de 1999 e junho de 2002.

(Com agências EFE e Estadão Conteúdo)

Member of The Internet Defense League