Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bicampeão olímpico, Torben Grael é o primeiro brasileiro a integrar o Hall da Fama da vela

O velejador paulistano é o maior recordista brasileiro de medalhas olímpicas ao lado de Robert Scheidt com cinco medalhas no total

O bicampeão olímpico, Torben Grael, foi homenageado nesta sexta-feira durante a conferência anual da Federação Internacional de Vela (Isaf, na sigla em inglês), em Sanya, na China, ao ser o primeiro brasileiro a integrar o Hall da Fama da vela. Considerado um dos melhores velejadores do mundo, o atleta de 55 anos, atual coordenador técnico da seleção brasileira de vela, é ao lado do também velejador Robert Scheidt o maior medalhista olímpico brasileiro, com cinco conquistas: dois ouros (Atlanta-1996 e Atenas-2004), uma prata (Los Angeles-1984) e dois bronzes (Seul-1988 e Sydney-2000).

Leia também:

Brasil já tem mais da metade das vagas garantidas

A 500 dias da Olimpíada, Rio acelera obras

Rio-2016 divulga calendário de eventos-teste dos Jogos

Descendente de dinamarqueses e vindo de família tradicional do iatismo, o paulistano, irmão do velejador Lars Grael, também tem no currículo seis títulos mundiais e o prêmio de melhor velejador do mundo em 2009. Além de Grael, outros seis nomes da vela foram agraciados com a indicação ao Hall da Fama, criado em 2007 pela Isaf.

(Com Estadão Conteúdo)

Member of The Internet Defense League