Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Barcelona fecha 2015 com recorde, liderança e festa para Messi

Na 500.ª partida do argentino, equipe catalã vence por 4 a 0 o Bétis no Camp Nou e chega a 180 gols no ano

O Barcelona encerrou um ano espetacular com mais uma goleada, recorde e festa especial para Lionel Messi. O craque argentino marcou um gol em sua 500.ª partida pelo clube catalão, na vitória por 4 a 0 sobre o Real Betis, no Camp Nou, na noite desta quarta-feira. O uruguaio Luis Suárez marcou duas vezes e ultrapassou Neymar, que perdeu um pênalti e passou em branco, na artilharia do Campeonato Espanhol. O Barcelona chegou a 180 gols no ano, superando o recorde histórico de 178 que pertencia ao Real Madrid de 2014.

Leia também:

‘France Football’ revela ‘time do ano’ com dois brasileiros

Brasileiro Oscar entra na lista dos piores do ano de jornal inglês

Sem moral? Neymar vira fotógrafo de Messi com fã

O resultado manteve o Barcelona na liderança do Campeonato Espanhol, mesmo com um jogo a menos que os concorrentes. O clube catalão tem 38 pontos, assim como o Atlético de Madri, que venceu o Rayo Vallecano por 2 a 0. O Real Madrid, que mais cedo bateu a Real Sociedad, caiu para a terceira posição com 36 pontos.

O jogo – O Betis bem que tentou conter o ataque mais temido da atualidade, mas não resistiu após 25 minutos, quando Messi se chocou com o goleiro Adán e caiu na área. A arbitragem marcou pênalti em lance bastante contestado pela equipe de Sevilha. Neymar foi para cobrança, escorregou e acertou o travessão, mas na volta o zagueiro Heiko Westermann se atrapalhou ao tentar tirar a bola no rebote e mandou nas próprias redes.

Neymar se redimiu do erro logo aos 33 minutos em tabela com Messi. O brasileiro podia ter chutado para o gol, mas passou para o companheiro, que empurrou para as redes e fez a festa em seu jogo de número 500. O Barcelona continuou pressionando e marcou o terceiro com Suárez, após ótimo desarme e assistência de Sergio Busquets.

O Barcelona ainda acertou quatro bolas nos postes: duas no travessão em cobranças de falta de Messi, uma em grande finalização de Daniel Alves e outra na trave de Neymar. O atacante brasileiro ainda deu mais uma bela assistência no fim da partida, ao tabelar com Suárez e devolver de letra para o uruguaio marcar e se tornar o artilheiro da liga, com 15 gols, um a mais que Neymar e Cristiano Ronaldo.

Com isso, o Barcelona fechou um ano simplesmente espetacular, com direito a cinco títulos de seis possíveis (Liga dos Campeões, Liga Espanhola, Campeonato Espanhol, Supercopa da Europa e Mundial de Clubes), deixando escapar apenas a Supercopa da Espanha, em agosto, quando perdeu para o Athletic Bilbao.

(da redação)

Member of The Internet Defense League