Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Barcelona e Real Madrid, rivais históricos também na Bola de Ouro

Com Neymar e Messi indicados contra Cristiano Ronaldo, clube catalão tem a chance de ampliar sua vantagem sobre o rival no prêmio de melhor do mundo

Mais uma vez, a votação do melhor jogador do mundo foi dominada por atletas de Barcelona e Real Madrid. O clube da capital espanhola será representado novamente por Cristiano Ronaldo, vencedor das duas últimas edições. O Barça, no entanto, é favorito a recuperar o troféu, graças ao argentino Lionel Messi, que buscará sua quinta bola dourada. O brasileiro Neymar, colega de Messi no ataque catalão e estreante na disputa, corre por fora na eleição que ocorrerá em 11 de janeiro de 2016, em Zurique. A briga entre os rivais espanhóis pela Bola de Ouro começou ainda na década de 90 e até o momento tem vantagem do Barcelona: 10 a 6.

Leia também:

Neymar é finalista da Bola de Ouro pela 1ª vez

Cristiano Ronaldo desiste: ‘Messi vai ganhar a Bola de Ouro’

Brasileiro que vai concorrer ao prêmio Puskás negocia salário de 8 mil reais por mês

Com seis brasileiros, Fifa anuncia candidatos à seleção do ano

O prêmio, unificado pela Fifa e pela revista francesa France Football desde 2010, foi instituído pela entidade que regula o futebol mundial em 1991. Nas três primeiras edições, os vencedores foram atletas de clubes italianos: o alemão Lothar Matthaus (Inter de Milão), o holandês Marco Van Basten (Milan) e o italiano Roberto Baggio (Juventus). A partir de 1994, no entanto, o Barcelona iniciou sua série de conquistas com Romário, herói do Brasil na Copa do Mundo daquele ano.

Em seguida, Ronaldo (duas vezes), Rivaldo e Ronaldinho Gaúcho também aumentaram a parceria entre Brasil e Barcelona na Bola de Ouro. A primeira vitória do Real ocorreu em 2001, com o português Luis Figo, justamente um dos maiores ícones da rivalidade entre os clubes. Ele trocou o Camp Nou pelo Santiago Bernabéu e passou a ser uma das figuras mais odiadas na Catalunha desde então. O Real ainda voltou a vencer com Ronaldo, em 2002, Zinedine Zidane, em 2003, e Fabio Canavarro, em 2006.

Desde 2009, no entanto, a disputa ficou polarizada entre os clubes, mais especificamente entre Messi e Cristiano. O argentino venceu em 2009, 2010, 2011 e 2012, e o português deu o troco nas duas últimas edições. Outros jogadores do Barça apareceram entre os finalistas nos últimos anos, como Andrés Iniesta (2012 e 2010) e Xavi Hernández (2009 e 2011).

Apenas entre os vencedores, o Barcelona lidera com dez conquistas, contra seis do Real Madrid, quatro da Juventus, três de Inter de Milão e Milan e uma do Manchester United – contabilizando também os clubes pelos quais os vencedores disputaram metade da temporada equivalente.

Os melhores do mundo e suas equipes:

1991: Lothar Matthaus (Inter de Milão)

1992: Marco Van Basten (Milan)

1993: Roberto Baggio (Juventus)

1994: Romário (Barcelona)

1995: George Weah (Milan)

1996: Ronaldo (Barcelona)

1997: Ronaldo (Barcelona/Inter de Milão)

1998: Zinedine Zidane (Juventus)

1999: Rivaldo (Barcelona)

2000: Zinedine Zidane (Juventus)

2001: Luis Figo (Real Madrid)

2002: Ronaldo (Inter de Milão/Real Madrid)

2003: Zinedine Zidane (Real Madrid)

2004: Ronaldinho (Barcelona)

2005: Ronaldinho (Barcelona)

2006: Fabio Canavarro (Juventus/Real Madrid)

2007: Kaká (Milan)

2008: Cristiano Ronaldo (Manchester United)

2009: Lionel Messi (Barcelona)

2010: Lionel Messi (Barcelona)

2011: Lionel Messi (Barcelona)

2012: Lionel Messi (Barcelona)

2013: Cristiano Ronaldo(Real Madrid)

2014: Cristiano Ronaldo (Real Madrid)

(da redação)

Member of The Internet Defense League