Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Argentina, enfim, vence a primeira nas Eliminatórias

Mesmo desfalcada, equipe de Tata Martino derrotou a Colômbia fora de casa por 1 a 0

A Argentina, enfim, conseguiu sua primeira vitória nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018. Depois de um derrota e dois empates, a equipe de Tata Martino respirou aliviada ao vencer a Colômbia fora de casa por 1 a 0, gol do volante Biglia. O resultado da partida em Barranquilla deixa a Argentina com 5 pontos nas Eliminatórias e a Colômbia, com 4.

Sem os lesionados Lionel Messi, Sérgio Agüero, Carlitos Tevez, Zabaleta e Garay, a equipe argentina não apresentou um futebol brilhante. A atuação compacta, contundo, foi suficiente para a importante vitória sobre o time colombiano.

O jogo – No primeiro tempo, a seleção colombiana começou em ritmo forte e partiu para o ataque. Logo no primeiro minuto, o time tentou fazer uma blitz na área argentina e Palácios foi à linha de fundo e cruzou com muito perigo para o gol defendido por Sergio Romero. Depois disso, aos poucos, o melhor toque de bola da Argentina foi prevalecendo. Mesmo com seus desfalques, o time tentou colocar a bola no chão e conseguiu ditar o ritmo do jogo.

O primeiro lance de perigo da Argentina surgiu aos 12 minutos da primeira etapa. O atacante Di Maria foi até a linha de fundo pela esquerda do campo e cruzou rasteiro, nos pés de Gonzalo Higuaín. O atacante do Napoli pegou de primeira, mas mandou a bola por cima da meta do goleiro Ospina.

O gol saiu logo depois. Aos 19 minutos, o volante Biglia puxou rápido contra-ataque pela intermediária, passou pela marcação e tocou para Banega, que deu ótimo passe para Lavezzi. Ele cruzou rasteiro para a área, a zaga da Colômbia deixou a bola passar e Biglia, que começou a jogada, só teve o trabalho de empurrar a bola para dentro do gol.

Atrás do placar, a Colômbia tentava se articular, mas o meia James Rodríguez, seu principal jogador, não fazia uma boa partida. Mesmo assim, a Colômbia voltou melhor na segunda etapa e, aos cinco minutos, teve boa chance com Frank Fabra, que balançou na frente da marcação e arriscou de fora da área. A bola passou com perigo, à esquerda.

Depois disso, a Argentina travou o jogo e esperou o tempo passar. Aos 45 minutos, ainda perdeu boa chance de ampliar com Dybala, que ficou na trave. A última chance da Colômbia surgiu aos 47, quando a defesa argentina se atrapalhou, Romero saiu mal do gol e Murillo, com o gol livre, mandou para fora.

(Com Estadão Conteúdo)

Member of The Internet Defense League