Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Aos 15 anos, Bruna Takahashi é a primeira brasileira campeã mundial no tênis de mesa

Apesar da pouca idade, Bruna tem chances de estar nas Olimpíadas do Rio de Janeiro

Bruna Takahashi comprovou na noite de sábado por que é a maior promessa da história do tênis de mesa no Brasil. A garota de 15 anos tornou-se campeã mundial da categoria ao vencer o chamado ‘Desafio Mundial de Cadetes’, em Sharm El-Shwikh, no Egito. Ela se posiciona como a terceira melhor brasileira no ranking mundial adulto.

Na final do torneio, Bruna, sexta colocada do ranking mundial sub-15, derrotou a romena Andreea Dragoman por 4 sets a 3, parciais de 11/8, 3/11, 12/10, 10/12, 9/11, 11/6 e 11/9. “Estou muito feliz pela vitória e por levar pela primeira vez a medalha (feminina) para a América Latina”, disse a brasileira ao site da federação internacional.

Bruna é um talento precoce do tênis de mesa brasileiro e desde os 11 anos participa do Mundial Sub-15. Em 2013, quando tinha 13, já havia chegado às quartas de final. Em evolução, ela já é 18.ª melhor do mundo no sub-18 e 56.º no sub-21. Entre as adultas, ocupa a 156.ª colocação.

No feminino, ela repete o papel que Hugo Calderano tem desempenho para o tênis de mesa masculino. O garoto, que chegou a liderar o ranking mundial no sub-18, foi bronze no Mundial Cadete de 2011. No ano passado, ganhou o bronze nos Jogos Olímpicos da Juventude.

Apesar da pouca idade, Bruna Takahashi tem chances de estar nos Jogos do Rio. A melhor brasileira do ranking mundial é Lin Gui, 129.ª colocada, seguida de Caroline Kumahara (154.ª), Bruna (156.ª) e Ligia Silva (178.ª). Três delas vão compor a equipe brasileira, que tem convite.

Um Pré-Olímpico da América Latina vai distribuir cinco vagas nos Jogos. Se duas brasileiras carimbarem o passaporte na chave individual (o que deve ocorrer), a corrida olímpica se encerra para o Brasil. Aí, restará ao técnico Hugo Hoyama escolher a mesa-tenista que irá ao Rio para competir apenas por equipes. Foi Hoyama quem descobriu Bruna no ABC Paulista.

(Com Estadão Conteúdo)

Member of The Internet Defense League