Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Agora oficialmente, Marcelo Melo assume liderança do ranking de duplas

Brasileiro ultrapassou os irmãos Bryan na atualização divulgada nesta segunda

O brasileiro Marcelo Melo foi oficialmente confirmado como número 1 do ranking mundial de duplas da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP). Na atualização da lista divulgada nesta segunda-feira, o tenista mineiro apareceu no topo, com 8.390 pontos, 850 a mais que os irmãos gêmeos americanos Bob e Mike Bryan. Como tenistas podem variar suas duplas, o ranking é feito de maneira individual e, por isso, Marcelo lidera de forma isolada.

Apelidado de Girafa devido aos seus 2,03m de altura, Marcelo Melo vive a melhor temporada de sua carreira: conquistou cinco títulos com três parceiros diferentes em 2015. Ao lado do habitual companheiro, o croata Ivan Dodig, conquistou o ATP 500 de Acapulco e Roland Garros, seu primeiro Grand Slam. Em seguida, ergueu os troféus do ATP 500 de Tóquio e do Masters 1000 de Xangai com o sul-africano Raven Klaasen e, por último, faturou o ATP 500 de Viena fazendo parceria com o polonês Lukasz Kubot.

Leia também:

Bruno Soares vence Torneio da Basileia e ainda sonha com ATP Finals

Com Marcelo Melo, Brasil volta a ter número 1 do mundo no tênis

Após 14 anos, Brasil vence Roland Garros com Marcelo Melo nas duplas

“Eu estou vivendo um sonho. Havia muita pressão sobre meus ombros para me tornar número 1. Esta foi uma conquista difícil. Eu sou realmente um cara de sorte por ser o número 1 do mundo com os Bryan ao meu redor”, celebrou Melo, de 32 anos, que nesta semana disputará o Masters 1000 de Paris ao lado de seu parceiro “titular”, Ivan Dodig. O croata se ausentou das últimas conquistas do brasileiro porque disputou torneios da série Challenger para melhorar seu ranking de simples – é o 103º.

“Eu acho que para o Brasil isso vai ser uma coisa enorme”, disse o compatriota e também duplista Bruno Soares. “É muito importante para nós, por tudo que eu, ele e André (Sá) temos feito pelas duplas de tênis do Brasil durante os últimos sete ou oito anos. Para ele e para nós, alcançar o número 1 é algo realmente especial”, acrescentou.

“É incrível para o Brasil”, afirmou o sérvio Nenad Zimonjic, ex-número 1 em duplas. “Guga (Gustavo Kuerten) foi o número 1 em simples e agora Marcelo vai ser o número 1 em duplas. É uma grande conquista para ele. Com parceiros diferentes ele demonstrou o quão bem ele pode jogar. É uma coisa que ninguém pode tirar dele. Estou muito feliz por ele”, encerrou.

(com Gazeta Press)

Member of The Internet Defense League