Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Aberto da Austrália: Murray vence Ferrer e pegará Raonic nas semifinais

Outra semifinal será entre Djokjovic e Federer. Na chave feminina, britânica Johanna Konta vem fazendo história em sua estreia em Melbourne

O escocês Andy Murray está mais uma vez classificado às semifinais do Aberto da Austrália. Nesta quarta-feira, o número 2 do mundo avançou no primeiro Grand Slam da temporada ao bater o espanhol David Ferrer, oitavo colocado no ranking da ATP, por 3 sets a 1, com parciais de 6/3, 6/7 (5/7), 6/2 e 6/3, em 3 horas e 20 minutos.

Murray se classificou pela sexta vez nos últimos sete anos às semifinais do torneio em Melbourne e tentará chegar à sua quinta decisão – foi quatro vezes vice-campeão. A vitória desta quarta foi a 13ª de Murray em 19 duelos com Ferrer.

Leia também:

Bruno Soares vence nas duplas e avança à semifinal do Aberto da Austrália

Federer e Djokovic avançam e se enfrentam nas semifinais do Aberto da Austrália

De Chapolin a estampa de coqueiro: os figurinos mais ousados do Aberto da Austrália

Nas semifinais, o britânico terá pela frente o canadense Milos Raonic, que eliminou nesta manhã o francês Gael Monfils, também por 3 sets a 1, com parciais de 6/3, 3/6, 6/3 e 6/4. Raonic se tornou o primeiro canadense a avançar às semifinais do Aberto da Austrália e igualou sua melhor campanha em um Grand Slam, alcançada na edição de 2014 de Wimbledon.

A outra semifinal do Aberto da Austrália já estava definida e vai ser entre o suíço Roger Federer e o sérvio Novak Djokovic na manhã desta quinta-feira.

Mulheres – As semifinais da chave feminina também estão definidas. Nesta manhã, a alemã Angelique Kerber superou a bielorrussa Victoria Azarenka por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/5, em 1 hora e 45 minutos. Sua adversária será a britânica Johanna Konta, que passou pela surpresa chinesa Shuai Zhang, também em sets diretos, por 6/4 e 6/1, em 1 hora e 22 minutos.

Konta, 47ª do mundo, se tornou a primeira britânica a avançar às semifinais de um dos torneios do Grand Slam desde 1983, igualando Jo Durie na edição de 1983 do US Open. Nascida em Sydney, na Austráia, Konta viveu desde a sua infância na Grã-Bretanha e se naturalizou em 2012. A tenista de 24 anos nunca havia participado da chave principal do Aberto da Austrália e surpreendeu logo na primeira rodada ao superar a americana Venus Williams, dona de sete títulos de Grand Slam.

A outra semifinal foi definida na terça-feira e será entre a americana Serena Williams, seis vezes campeã em Melbourne e melhor tenista do mundo, e a polonesa Agnieszka Radwanska, nesta quinta-feira. A decisão da chave feminina do primeiro Grand Slam da temporada será no no sábado.

Johanna Konta comemora vitória no aberto da Austrália

Johanna Konta comemora vitória no aberto da Austrália (/)

(da redação)

Member of The Internet Defense League