Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Shazam’ aposta em humor na adaptação do herói da DC para os cinemas

Em entrevista a VEJA, Zachary Levi conta como foi dar vida ao herói, um adolescente que ganha poderes ancestrais, grandes músculos e uns quinze anos a mais

Esqueça o tom meio sombrio e a carga dramática que dominaram filmes da DC como Mulher-Maravilha e Batman vs. Superman: A Origem da Justiça. Em seu primeiro lançamento de 2019, que estreia nesta quinta-feira, 4, no Brasil, o estúdio decidiu seguir por um viés cômico. Shazam! retrata um menino de 14 anos capaz de se transformar em um típico super-herói – com direito a grandes músculos, um topete inabalável e uns quinze anos a mais.

Billy Batson (Asher Angel) é um menino órfão que recebe poderes ancestrais. Ele acaba virando o Shazam (Zachary Levi) e, em um mundo em que Batman e Superman já viraram estrelas internacionais, tenta entender o seu papel como herói e os dilemas éticos envolvidos na sua nova “profissão”.

Nessa jornada, ele conseguirá fazer sucesso no YouTube, com vídeos em que testa os seus superpoderes, tentará tomar bebidas alcoólicas e carregará o celular das pessoas na rua, com a sua capacidade de manipular a eletricidade. As trapalhadas que o novato enfrenta são o alicerce para a construção das piadas do longa, que mescla humor com as cenas de ação envolvendo o protagonista e sua família adotiva.

Em entrevista a VEJA durante a última Comic Con Experience, o ator Zachary Levi afirma que ainda se sente um menino de 14 anos (por isso a destreza para interpretar o personagem), compara o filme com os já lançados pela Marvel, e conta a intensa rotina de treinos para dar vida ao musculoso. Confira o vídeo:

Member of The Internet Defense League