Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sam Smith diz que odiou sua apresentação no Oscar

Britânico não ficou feliz com seu desempenho cantando ‘Writing’s On the Wall’, que venceu a categoria de melhor canção original

Aparentemente ninguém gostou da performance de Sam Smith durante o Oscar, neste domingo – nem mesmo o próprio cantor. O músico disse em entrevista à rede de televisão britânica BBC, logo após a premiação, que odiou sua apresentação durante a cerimônia, quando cantou Writing’s On the Wall. “Foi o pior momento da minha vida”, disse. “Eu odiei cada minuto.”

LEIA TAMBÉM:

Sam Smith leva bronca de roteirista por gafe no Oscar

Os melhores – e piores – looks do Oscar 2016

Oscar surpreende e elege ‘Spotlight’ o melhor filme do ano

Tema do novo James Bond, de Sam Smith, decepciona

A música, que segundo seu intérprete é dificílima de ser cantada, acabou a noite como a vencedora na categoria de melhor canção original, o que revoltou muitos espectadores, que reclamaram nas redes sociais. O principal motivo é que o cantor britânico superou a favorita, Lady Gaga, dona da faixa Till It Happens To You. Ao contrário da performance sem graça do inglês, a americana cantou de maneira energética e vibrante no palco do Oscar, protagonizando um dos bons momentos da noite. A comparação das apresentações só serviu para deixar ainda mais indignados os fãs de Gaga.

Não satisfeito com o papelão, o músico ainda deixou uma última pérola guardada para o final, quando agradeceu a honraria dizendo que era o primeiro gay assumido a levar o Oscar. O problema é que o cantor estava errado e ainda levou uma bronca pelo Twitter de Dustin Lance Black, que é homossexual e ganhou a categoria de melhor roteiro original em 2009, por Milk. Smith usou a mesma rede social para se desculpar pela gafe: “Desculpe pela confusão. Prontifico-me a conhecer seus filmes agora. Parabéns atrasado pelo Oscar”, escreveu. Além de Black, Elton John também já levou uma estatueta da Academia de Hollywood, inclusive na mesma categoria de Smith, quando Can You Feel the Love Tonight, de O Rei Leão, foi escolhida a melhor música original em 1995.

(Da redação)

Member of The Internet Defense League