Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Pearl Jam cancela show em boicote a lei anti-LGBT

Banda, que se apresentaria nesta quarta-feira na Carolina do Norte, divulgou carta no Facebook explicando a decisão

Após Bruce Springsteen e Ringo Starr cancelarem shows na Carolina do Norte, foi a vez do Pearl Jam decidir que não vai mais se apresentar no local, também em boicote à lei HB2, que entrou em vigência no Estado no dia 23 de março e vem sendo criticada por seu caráter anti-LGBT. Entre outras coisas, a lei proíbe que governos locais adotem proteções contra discriminação baseada em orientação sexual e identidade de gênero.

LEIA TAMBÉM:

Bruce Springsteen cancela show por lei anti-LGBT

Ringo Starr cancela show na Carolina do Norte por lei anti-LGBT

Cirque du Soleil cancela apresentações na Carolina do Norte por lei anti-LGBT

Disney e Marvel devem boicotar Estado da Geórgia se governo aprovar lei contra gays

Os americanos anunciaram o cancelamento do show, que aconteceria nesta quarta-feira na cidade de Raleigh, na página da banda no Facebook. Em uma imagem de uma carta escrita à mão, o grupo explicou o motivo da decisão. Segundo o texto, eles se disseram frustrados em tomar tal atitude, mas sentiram necessidade de se posicionar em relação à lei e trabalhar para “consertar o que atualmente é inaceitável”.

“Nós queremos que os Estados Unidos sejam um lugar onde ninguém pode ser excluído de algo por quem ama ou despedido de seu emprego por quem é”, disse a banda, que afirmou que entrou em contato com grupos locais e vai contribuir financeiramente para que eles briguem contra a lei. “Por enquanto, nós vamos ter esperança e esperar até podermos voltar”, finalizou o grupo.

Carta do Pearl Jam no Facebook anunciando cancelamento de show na Carolina do Norte por conta de lei anti-LGBT Carta do Pearl Jam no Facebook anunciando cancelamento de show na Carolina do Norte por conta de lei anti-LGBT

Carta do Pearl Jam no Facebook anunciando cancelamento de show na Carolina do Norte por conta de lei anti-LGBT (/)

Member of The Internet Defense League