Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Participante leva Paola – e público — às lágrimas no ‘MasterChef’

Candidato Lee já se tornou querido nas redes sociais após discurso sobre desperdício

Ao que tudo indica, a apresentadora Paola Carosella está mais sensível que Ivete Sangalo no The Voice Kids. Porém, é difícil julgá-la, já que boa parte do público também foi às lágrimas durante a segunda noite de seletivas da terceira temporada do MasterChef. A jurada se emocionou, novamente, após um discurso filosófico do participante Lee, de 56 anos. No reality culinário da Band, o concorrente falou sobre a cozinha e a ciência, duas paixões que ele planeja unir para criar um empreendimento que reduzirá o desperdício de alimentos.

“Gosto muito de cozinhar, gosto de ciências e se vocês gostarem da minha comida, vão me ajudar muito em um projeto, um sonho antigo meu, que é abrir um laboratório para pesquisas, do ponto de vista de alta gastronomia, que reutilize todas as sobras”, disse o médico descendente de japoneses. Para deixar a jurada ainda mais chorosa, Lee contou sua história.

“Na minha família, ninguém cozinhava direito. Minha mãe era engenheira química e eu cresci dentro de um laboratório. Quando a gente veio pro Brasil, ficamos super, superpobres. Minha mãe tinha que trabalhar, então eu cozinhava. A gente precisava multiplicar o que comprava no mercado, de forma que as coisas rendessem”, conta.

Leia também:

Paola Carosella chora ao receber bandeira do Brasil no ‘MasterChef’

‘Masterchef’ voltará maior e com participantes mais preparados

Jiang, do ‘MasterChef’, assina contrato com a Band

Simpático e falante, o participante conseguiu convencer o trio de jurados, completo por Eric Jacquin e Henrique Fogaça, a ficar no programa. “Eu sou cozinheiro, tenho 56 anos, não tenho tempo para perder, não estou nisso para brincar”, disse, enquanto Jacquin e Fogaça pensavam. “Preciso da chancela de vocês três para poder ir atrás desse laboratório. Capitalista nenhum vai me dar dinheiro e o dinheiro que eu tenho não é suficiente. Quero que as pessoas gastem 100 reais no supermercado e renda 300. Fiz universidade de graça nesta terra e esta é a forma que eu tenho para devolver”.

Nas redes sociais, Lee também fez sucesso. “Só quero, antes de dormir, apoiar o Lee a ser o próximo MasterChef, mestre Pokémon, Hokage, ministro da Casa Civil, e o que mais ele quiser”, disse um usuário do Twitter. “O tal de Lee prepara um prato com erlenmeyer, filtro de café, hashi e tubo de ensaio. É tipo um MacGyver da cozinha”, diz outro tuíte. “MasterChef devia ter botão dourado, assim eu mandava o Lee direto pra final”, escreveu mais um espectador.

Member of The Internet Defense League