Clique e assine com 88% de desconto

Maglore se junta ao vocalista do Vanguart e faz show dançante no Lolla

Banda baiana convidou Helio Flanders para se juntar ao grupo e animou os fãs no início da tarde do segundo dia do festival

Por Henrique Castro Barbosa - 13 mar 2016, 15h15

A banda baiana Maglore foi a atração mais popular do começo da tarde deste domingo, no segundo dia do Lollapalooza 2016. O palco Onix recebeu uma grande quantidade de fãs que acompanhou a apresentação. Uma das boas surpresas do show foi a presença do vocalista da banda cuiabana Vanguart, Helio Flanders, como convidado especial.

O quarteto subiu ao palco trajando ponchos estampados e coloridos, em um clima hippie, que combinava com a grande quantidade de pessoas que acompanhava o momento. A sonoridade do grupo também acompanhou o estilo alternativo, misturando MPB, samba e doses de rock psicodélico. O conjunto abriu a apresentação com a animada O Sol Chegou, que, com seus solos afiados, teve uma recepção calorosa por parte do público.

Leia também:

Marina and the Diamonds, a diva triste do Lollapalooza

Continua após a publicidade

Eminem envolve público do Lolla em show energético

Mumford and Sons arrasam em 1º show no Brasil

Na sequência, os baianos desfilaram sua mescla de influências musicais. A dançante Ai Ai antecedeu Se Você Fosse Minha, tocada em ritmo de samba, e a harmoniosaVamos Pra Rua. Depois o vocalista e guitarrista Teago Oliveira pediu o coro da plateia em Café com Pão.

Foi então que Flanders foi chamado ao palco. O mato grossense, ovacionado assim que surgiu, dividiu os vocais com Oliveira na balada Motor e acompanhou o grupo no violão em Invejosa, Serena Noche e Aconteceu, para enfim voltar aos bastidores.

Continua após a publicidade

Na reta final do show, a banda enfileirou suas músicas mais animadas. O rock Beleza de Você agitou o público antes de dar espaço para Demodê, outra que fez dançar. A agitada Dança Diferente colocou os fãs mais fervorosos dos baianos para pular antes de se juntarem novamente em coro a Oliveira em Mantra, que teve novamente Flanders no palco, fechando uma feliz apresentação.

Publicidade