Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Globo de Ouro 2019: diretor de 'Bohemian Rhapsody' é ignorado em discursos

Demitido durante a produção, Bryan Singer agradeceu aos prêmios no Instagram

Bohemian Rhapsody pode ter sido um dos grandes vencedores do Globo de Ouro 2019, mas seu diretor, Bryan Singer, não pôde participar da festa. Demitido da produção apenas duas semanas antes do encerramento das gravações, Singer não compareceu à cerimônia nem foi mencionado em nenhum dos discursos de agradecimento (de Rami Malek como melhor ator e dos produtores pelo prêmio de melhor filme dramático), apesar de ter tido seu nome mantido nos créditos do filme.

A demissão de Singer veio após reclamações do elenco (incluindo do protagonista Rami Malek) sobre a ausência do diretor no set de filmagens, supostamente deixando o trabalho nas mãos do diretor de fotografia Newton Thomas Sigel. Na época, o cineasta alegou problemas de saúde. Singer também foi acusado diversas vezes de abusar sexualmente de menores de idade, incluindo Michael Egan III e Cesar Sanchez-Guzmán, mas não foi declarado culpado em nenhum dos casos até o momento.

Mesmo excluído da premiação, Singer foi ao Instagram agradecer pelos prêmios. “Que honra. Obrigado”, escreveu sob uma foto em que aparece sentado na cadeira de diretor, enquanto Ben Hardy e Rami Malek encenam o videoclipe de I Want to Break Free em cena da cinebiografia.

Member of The Internet Defense League