Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Estatueta do Oscar é recauchutada para 2016

Novo troféu foi feito em bronze e tem modelo inspirado no de 1929, a primeira edição da premiação

A famosa estatueta do Oscar ganhou algumas pequenas mudanças na premiação de 2016. As principais alterações são o material e as feições do troféu, além da empresa que fabrica as peças – desde 1982, o objeto era feito pela R.S. Owens, em Chicago, mas, em 2016, as estatuetas vão ganhar vida na Polich Tallix, em Nova York.

As mudanças são inspiradas na estatueta original, desenhada pelo então diretor de arte da MGM, Cedric Gibbons, em 1928, para ser utilizada na primeira cerimônia do Oscar, no ano seguinte. O troféu dos primeiros anos era feito em bronze e banhada a ouro 24 quilates, o que foi feito novamente para a premiação de 2016. Até 2015, a peça era feita de uma liga de estanho e banhada a ouro. Apesar da mudança de material, o peso se manterá o mesmo, e não é pouco: 3,8 quilos.

LEIA TAMBÉM:

Entenda como funciona a premiação do Oscar

Confira a lista de indicados ao Oscar 2016

Oito (bons) filmes esnobados pelo Oscar 2016

Os 15 filmes mais bonitos já premiados pelo Oscar

Outra novidade é que as primeiras estatuetas, desenhadas pelo escultor americano George Stanley, vão servir de molde para as de 2016. Os troféus originais passaram por um escaneamento em 3-D para que os deste ano tivessem suas formas, em cera, moldadas a partir deles. À primeira vista tudo parece igual, mas algumas sutilezas, como o acabamento e leves curvas, são diferentes das entregues no ano passado. As mudanças são mínimas e não chegaram a alterar o tamanho da estatueta, que tem pouco menos de 35 centímetros de altura.

Mudanças sutis na estatueta: da esquerda para a direita, o primeiro troféu, do Oscar 1929, a versão entregue até 2015 e a que será distribuída em 2016 Mudanças sutis na estatueta: da esquerda para a direita, o primeiro troféu, do Oscar 1929, a versão entregue até 2015 e a que será distribuída em 2016

Mudanças sutis na estatueta: da esquerda para a direita, o primeiro troféu, do Oscar 1929, a versão entregue até 2015 e a que será distribuída em 2016 (/)

Após a peça de cera ficar pronta, ela é coberta por uma capa de cerâmica, formando outro molde para receber o bronze em alta temperatura. Depois de esfriar, o troféu recebe um acabamento e polimento à mão para enfim tomar um banho em ouro e ficar com a cara que todos conhecem. O pedestal também será de bronze, com um acabamento em preto e uma placa de bronze com o nome do vencedor e a categoria. O tempo de produção das estatuetas é demorado: para fabricar 50 delas são necessários três meses.

Member of The Internet Defense League