Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cena de Rodrigo Hilbert matando ovelha será cortada de programa

Canal afirma que decisão foi tomada em respeito às manifestações do público

Após causar controvérsia nas redes sociais nesta segunda-feira, a cena do programa Tempero de Família, em que Rodrigo Hilbert mata um filhote de ovelha para um churrasco, será cortada do episódio – que ficará disponível em serviços on demand, como Now e GNT Play. A emissora também decidiu substituir o capítulo em questão por outro no horário da reprise programada para esta terça-feira.

Segundo comunicado divulgado pelo canal, a ação foi tomada em respeito às manifestações do público, que achou desnecessária a filmagem e exibição do abate do cordeiro na atração culinária.

“A ideia desta temporada do Tempero de Família é retratar, de forma documental, os hábitos alimentares de produtores rurais familiares que passam de geração para geração e as maneiras artesanais de preparo das receitas”, diz o início da nota oficial da GNT. “Ao longo da temporada, Rodrigo esteve em casas de famílias que mostraram como plantam e colhem seus próprios alimentos e também visitou pequenos produtores que criam animais, principalmente para consumo de suas famílias. Inserimos as imagens no programa para documentar a origem dos alimentos que chegam à nossa mesa. Entendemos que as imagens podem ser fortes e, em respeito às manifestações do nosso público, decidimos retirá-las do programa.”

LEIA TAMBÉM:

Rodrigo Hilbert é criticado por abater filhote de ovelha na TV

Rodrigo Hilbert lança livro de receitas: ‘São as comidas da minha vida’

Repercussão – No episódio, Hilbert vai até a fazenda de um criador de ovelhas de Vista Alegre, em Santa Catarina. Anastácio Batista explica que eles vão abater um borrego, como é chamado o filhote de ovelha quando tem cerca de seis meses de idade. Depois de capturar um filhote, Batista abate o animal.

Diversas reclamações surgiram nas redes sociais. “O que foi o último episódio do Tempero de Família? Eu estava fazendo o jantar quando minha filha deu um grito e pediu que eu trocasse de canal. Qual a necessidade de mostrar como se mata um filhote?”, escreveu uma espectadora na página. “Realmente, isso foi monstruoso!”, disse outra. O público também pediu que o programa fosse tirado do ar com um abaixo-assinado online.

Member of The Internet Defense League