Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Azealia Banks pede desculpas por comentário racista sobre Zayn Malik

Rapper teve sua conta suspensa no Twitter após ataques ao músico

Depois de ter sua conta no Twitter suspensa, a rapper Azealia Banks publicou um pedido de desculpas por uma série de comentários racistas direcionados ao cantor Zayn Malik. A rapper nova-iorquina divulgou, neste domingo, uma mensagem no seu Instagram – onde ainda tem uma conta – pedindo perdão a todos que ela possa ter ofendido. “Agora que os ânimos se acalmaram, eu pensei mais racionalmente sobre o assunto e quero pedir minhas sinceras desculpas ao mundo”, declarou.

LEIA TAMBÉM:

Azealia Banks é banida do Twitter após ofensas racistas contra Zayn Malik

Primeiro álbum de Zayn, ex-One Direction, lidera paradas

Feitos uns para os outros: Trump e os rappers que o apoiam

Na publicação, que continha apenas a imagem do texto de desculpas, Azealia disse estar muito arrependida e que perdeu o controle durante um acesso de raiva. “Fazer uso de estereótipos racistas e sexistas pra tirar sarro de uma pessoa é absolutamente inaceitável e não é engraçado pra ninguém. Eu deixei minha raiva assumir o controle e insultei milhões de pessoas sem nenhuma razão. Por isso, eu peço desculpas”, explicou.

Na semana passada, a cantora declarou guerra ao ex-One Direction Zayn Malik, ao acusá-lo de plágio no clipe de Like I Would, lançado no dia 9 de maio. Azealia dirigiu ao britânico uma série de mensagens impublicáveis, com ofensas homofóbicas e racistas a negros e muçulmanos – a família do músico é de origem paquistanesa. Após o ataque, o garoto ainda questionou: “Por que você está dizendo coisas sujas sobre mim? Eu nem estava falando com você”. Azealia não parou e chegou a dizer que a mãe do cantor é uma “refugiada suja”.

Depois de toda a baixaria, e a denúncia de vários fãs, a cantora teve a conta suspensa no Twitter. Ela chegou a criar um novo perfil para tirar satisfações sobre ter sido banida, mas não funcionou e a rede social também tirou a nova página do ar. Além de perder o perfil, a rapper ainda foi excluída do line-up do festival londrino Born & Bred, que acontece nos dias 4 e 5 de junho, do qual seria a atração principal.

Member of The Internet Defense League