Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

AC/DC suspende turnê por risco de vocalista perder audição

As apresentações restantes devem ser remarcadas, mas não terão a presença de Brian Johnson, que está com 68 anos

Os membros do AC/DC decidiram suspender a turnê da banda pelos Estados Unidos depois que o vocalista, Brian Johnson, 68 anos, foi alertado pelos médicos de que corre o risco de perder totalmente a audição. “Johnson foi aconselhado pelos médicos a interromper a turnê imediatamente pelo risco de perda de audição total”, afirmou o grupo em um comunicado. Johnson uniu-se à banda em 1980, depois que o cantor Bon Scott morreu em consequência do abuso de álcool.

Conhecida por tocar a decibéis elevadíssimos, a banda informou ainda que os últimos dez shows da turnê serão realizados posteriormente, mas com um vocalista convidado. O AC/DC anunciou neste ano a turnê com 30 apresentações pelos Estados Unidos e Europa, desmentindo os rumores sobre a aposentadoria de seus principais integrantes. A sequência de shows começou em 2 de fevereiro em Tacoma, Washington.

Leia também:

Ex-baterista leva ‘gelo’ do AC/DC e se queixa na TV

A previsão era a de que a última apresentação em solo americano ocorresse em 4 de abril no Madison Square Garden, em Nova York. Depois, os roqueiros seguiriam para a Europa, onde fariam shows entre 7 de maio e 12 de junho. A nova turnê deu continuidade à intensa agenda de 2015, durante a qual a banda fez 53 apresentações em todo o mundo.

O AC/DC é pioneiro do hard rock. O álbum Back in Black (1980), da banda australiana, é um dos mais vendidos da história da música. O grupo lançou um disco novo no ano passado, depois de seis anos sem novas produções, e voltou aos palcos sem o seu membro fundador, Malcolm Young, que se aposentou devido à demência. A banda também rompeu relações com o baterista Phil Rudd, condenado na Nova Zelândia por ameaçar de morte seu ex-chefe de segurança.

(Com AFP)

Member of The Internet Defense League