Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

ONG lança campanha para envolver pais na educação das crianças

“Eles não vão garantir ensino de qualidade, mas podem colaborar criando ambiente favorável à aprendizagem”, diz idealizador do projeto

Cinco atitudes pela educação

  1. • Valorizar os professores, a aprendizagem e o conhecimento
  2. • Promover habilidades importantes para a vida e para a escola
  3. • Colocar a educação escolar no dia a dia
  4. • Apoiar o projeto de vida e o protagonismo dos alunos
  5. • Ampliar o repertório cultural e esportivo das crianças e dos jovens

Fonte: Todos pela Educação

A ONG Todos pela Educação lançou nesta terça-feira a campanha Somos Todos Educadores, que pretende engajar a sociedade, especialmente os pais, na vida escolar de seus filhos. Baseado em cinco “atitudes” (leia mais ao lado), o movimento quer chamar a atenção para a influência da família no desempenho dos estudantes.

“Pais não vão garantir um ensino de qualidade, mas podem colaborar criando um ambiente favorável à aprendizagem. Incentivar os estudos é o melhor caminho de ajudar uma criança”, explica Mozart Neves Ramos, diretor do Instituto Ayrton Senna e um dos conselheiros do projeto.

A campanha se apoia em pesquisa com pais e estudantes nas cinco regiões do país que foram analisadas por especialistas de diversas áreas. Em seguinda, foram elaborados os cinco pontos da campanha.

“Pesquisas do Ibope de 2006 apontavam a educação como a sétima prioridade dos brasileiros. Em 2013, o tema passou para o segundo lugar, mostrando que as pessoas estão cada vez mais atentas a essa discussão e cobrando mais qualidade das escolas”, afirmou o publicitário e empresário Nizan Guanaes, fundador do Grupo ABC, e responsável pela comunicação da campanha.

Entre as ações sugeridas às famílias está o inventivo à leitura, a organização de um espaço de estudos em casa, e o acompanhamento das notas pelos pais. “Ir às reuniões na escola não significa participação efetiva, muito menos fazer o dever de casa para o filho. Abrir espaço para conversas sobre a escola e cobrar mais dedicação são atitudes que surtem mais efeitos positivos”, aponta Mozart.

A campanha será desenvolvida inicialmente em escolas públicas, que vão receber material de apoio para coordenadores pedagógicos, com sugestões de atividades que podem ajudar a melhorar a participação da família e com textos feitos pelos escritores Ana Maria Machado, Ricardo Azevedo e Walcyr Carrasco, entre outros. O material também poderá ser visualizado na internet, na página da campanha.

Member of The Internet Defense League