Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Estudantes podem consultar 2ª nota de corte do Sisu 2016

O balanço pode ser consultado pelos candidatos que realizaram o Enem 2015. As inscrições podem ser feitas até as 23h59 de quinta-feira

O Ministério da Educação (MEC) atualizou as notas de corte do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) nesta quarta-feira. O segundo balanço pode ser consultado pelos candidatos que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2015 no portal do Sisu.

As notas de corte serão atualizadas até quarta-feira e representam o menor valor para o candidato ficar entre os potencialmente selecionados para as 228 mil vagas em 131 instituições públicas de educação superior. As inscrições podem ser feitas até as 23h59 de quinta-feira.

Leia também:

MEC divulga as primeiras notas de corte do Sisu 2016

Site usa nota do Enem para ajudar a escolher a faculdade

O sistema permite que o candidato monitore as notas e mude as inscrições quantas vezes quiser até o prazo final. Como as notas de corte mudam a cada dia, o candidato que tiver nota inferior pode escolher outro curso e/ou instituição com nota mínima mais baixa para aumentar sua chance de aprovação.

Na última terça-feira, o curso de Medicina teve a instituição com a maior nota de corte apresentada: a Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob), que nesta quarta atualizou sua nota mínima para 889,97.

Ao se inscrever no Sisu, o participante pode escolher até duas opções de curso, por ordem de preferência. É possível mudar essas opções durante todo o período de inscrição. O candidato também precisa definir se deseja concorrer às vagas de ampla concorrência, às reservadas à lei federal de cotas ou às vagas destinadas às demais políticas afirmativas das instituições de ensino superior.

Para participar do processo seletivo, o candidato deve ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2015. As notas foram divulgadas na última sexta, 8.

Aplicativo – Neste ano, o MEC lançou um aplicativo, voltado apenas para consulta de informações do programa, já que a inscrição é realizada exclusivamente no site do ministério. O aplicativo, gratuito, oferece consultas a vagas disponíveis e uma calculadora eletrônica, que permite simular a classificação parcial. Ele também oferece uma agenda para datas de inscrição até a convocação da lista de espera.

Os estudantes não selecionados podem aderir à lista de espera que estará disponível na página do Sisu na internet de 18 de janeiro até 23h59 do dia 29. O interessado só pode se inscrever na lista de espera para o curso que marcou como primeira opção na inscrição.

(Com Estadão Conteúdo)

Member of The Internet Defense League