Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Em greve, professores da UFRJ pedem diálogo com o MEC

Corpo docente da universidade promoveu ato na Zona Norte do Rio para tentar aumentar os repasses do Ministério da Educação às instituições federais

Professores em greve da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) fizeram, neste sábado, um ato na Quinta da Boa Vista, na Zona Norte, para pedir uma audiência com o ministro da Educação, Renato Janine. A campanha iniciada na semana passada, chamada #dialogaJanine, é uma tentativa de pressionar o ministro contra os cortes no setor. O encontro foi em frente ao Museu Nacional, que pertence à universidade. “O programa de pós-graduação do museu, que deveria receber 500.000 reais este ano, ainda não recebeu os 100.000 reais prometidos, representando 20% do previsto”, disse o presidente da Associação dos Docentes da UFRJ, Cláudio Rezende Ribeiro. A universidade está em greve há mais de um mês.

Ribeiro reclamou que o ministro foi ao Rio na sexta-feira e não dialogou com os grevistas. Segundo o professor, até o momento, os encontros foram com secretários do Ministério da Educação. Em nota, o MEC disse que está aberto ao diálogo e que desde o início da greve as entidades sempre foram recebidas.

LEIA TAMBÉM:

Chega ao fim a absurda e violenta greve de professores no Paraná

(Com Agência Brasil)

Member of The Internet Defense League