Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

As cinco melhores universidades brasileiras para estudar ciência

A Universidade de São Paulo (USP) e a Universidade Estadual Paulista (Unesp) estão entre as melhores da América do Sul, segundo o ranking ‘Nature Index Global’ 2016, feito pela revista científica 'Nature'

A Universidade de São Paulo (USP) é a instituição da América do Sul que mais teve brasileiros envolvidos em projetos científicos internacionais em 2015 – o que a caracteriza como uma escola científica relevante, de acordo com o novo ranking Nature Index Global, feito pela prestigiada revista Nature. Publicada pela primeira vez em 2014, a lista leva em consideração a quantidade de publicações e a porcentagem de autores de cada país que estão envolvidos em pesquisas internacionais, bons índices para se medir a qualidade da ciência feita em países e universidades.

Leia também:

USP tem 6 graduações entre as 50 melhores do mundo, segundo ranking

Puc-Rio é a 8ª universidade do mundo que mais recebe recursos privados para pesquisas

O Conselho Nacional de Pesquisas Científicas e Técnicas (Conicet), da Argentina, ocupa o segundo lugar a Universidade Estadual Paulista (Unesp) aparece em terceiro lugar. Outras duas instituições brasileiras estão no top 10 da América do Sul (a lista considera também os pesquisadores envolvidos em estudos do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, que figura na sexta posição).

Aumento dos periódicos – O ‘Nature Index Global’ 2016, divulgado no fim de abril, levou em consideração as publicações lançadas em 2015 (seja na autoria principal ou coparticipação) em quatro diferentes áreas: física, química, ciências biológicas, ciências da terra e meio ambiente.

Segundo os números do ranking, entre 2014 e 2015, o Brasil viu um aumento na quantidade de artigos científicos publicados em revistas e periódicos, porém o índice de pesquisadores do país envolvidos com pesquisas internacionais diminuiu. O país caiu uma posição, em relação a 2014, e ocupa o 24º lugar do ranking global de países. Os três primeiros colocados são Estados Unidos, China e Alemanha.

Confira as cinco melhores instituições brasileiras onde se faz ciência de qualidade, de acordo com o ranking da Nature:

(Da redação)

Member of The Internet Defense League