Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Venda de veículos cai 21% em fevereiro, diz Fenabrave

Foram 146.783 unidades comercializadas no mês, segundo federação das revendedoras; recuo é em comparação a fevereiro de 2015

O mercado brasileiro de veículos novos terminou fevereiro com uma queda de 21,06% nas vendas em comparação com o mesmo mês do ano passado, informou nesta terça-feira, a Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Foram 146.783 unidades comercializadas no segundo mês de 2016. Em relação a janeiro, também houve retração, de 5,47%.

O recuo marca mais um resultado negativo para as concessionárias do país. Em janeiro, as vendas caíram 38% na comparação com janeiro de 2015. Com isso, no primeiro bimestre de 2016, o comércio de veículos novos teve baixa de 31,31% em relação ao mesmo período do ano passado.

“Os fatores (para a queda das vendas) prevalecem os mesmos, como a baixa atividade econômica, atrelada à alta da inflação, alto índice de endividamento das famílias, aumento do desemprego e consequente perda de confiança da população”, disse, em comunicado, o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior.

A forte retração acumulada nos dois primeiros meses coloca em dúvida a previsão de entidades do setor automotivo para o fechamento do ano. A Fenabrave, por exemplo, espera recuo de apenas 5,9% nas vendas. Representando as montadoras, a Anfavea projeta queda de 7,5%.

Na comparação com janeiro, as vendas em fevereiro foram prejudicadas pelo menor número de dias úteis, em razão do feriado do Carnaval. Foram 18 dias úteis no segundo mês do ano; em janeiro, foram 20. Na média diária, as vendas cresceram 3,52% em fevereiro em relação ao mês anterior.

Por segmento, as vendas de automóveis e comerciais leves, somadas, caíram 20,54% em fevereiro em relação ao mesmo mês de 2015, para 142.068 unidades. Entre os pesados, o comércio de caminhões recuou 26,07% em fevereiro em comparação com fevereiro do ano passado, para 3.823 unidades. No caso dos ônibus, foram 892 unidades no segundo mês de 2016, baixa de 54,67% em comparação com fevereiro de 2015.

Leia mais:

Balança comercial tem superávit recorde de US$ 3 bi em fevereiro

Em queda, consumo das famílias retorna ao nível de 2010

(Com Estadão Conteúdo)

Member of The Internet Defense League