Clique e assine com 88% de desconto

Salame, queijo, doce de leite: turistas agora podem entrar no país com esses produtos

Segundo o Ministério da Agricultura, nova normativa cria classificação de "risco insignificante" para produtos de origem animal

Por Da Redação - 10 maio 2016, 15h53

Turistas poderão, a partir de agora, entrar no Brasil com produtos de origem animal, como queijos, salames, doce de leite e manteiga. Segundo o Ministério da Agricultura, a nova normativa cria classificação de “risco insignificante” para esses produtos.

“A medida visa a atender a uma demanda da sociedade, mas será limitada a cinco quilos por pessoa”, afirmou a ministra da Agricultura, Kátia Abreu. Ela informou ainda que os produtos deverão estar acondicionados nas embalagens originais, com rotulagem que permita sua identificação e origem. Antes, apenas os produtos processados de origem vegetal tinham autorização para ingressar no país.

Os produtos incluídos na medida estão divididos em seis grupos: cárneos industrializados destinados a consumo humano (cozidos, extratos e concentrados de carnes); lácteos industrializados (doce de leite, leite em pó, manteiga, creme de leite, queijo com maturação longa e outros); derivados de ovos (ovo em pó, ovo líquido pasteurizado, clara desidratada e outros); pescados (produtos salgados, inteiros ou eviscerados e dessecados, defumados eviscerados e outros). Também terão permissão os produtos de confeitaria que contenham ovos, lácteos, ou carne na composição e, por último, produtos de origem animal para ornamentação.

Leia mais:

Continua após a publicidade

Petrobras deixa ranking de empresas mais valiosas da indústria química

Oi demite 2 mil funcionários em enxugamento de áreas administrativas

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade