Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Presidente da Volkswagen quer ‘aprender com erros do passado’

Matthias Müller afirma que, em 2016, a montadora pretende 'resolver o problema dos motores a diesel para os clientes e reorientar o grupo em direção ao futuro'

O presidente da Volkswagen, Matthias Müller, ressaltou, nesta segunda-feira, a importância de aprender com os erros do passado após o escândalo dos motores a diesel adulterados. Em setembro de 2015, a montadora admitiu que fraudou testes de emissão de poluentes em veículos comercializados principalmente nos Estados Unidos e na Europa, levando a empresa à maior crise de sua história.

“Não se pode projetar o futuro se não aprendermos ao mesmo tempo com os erros do passado”, declarou Müller durante um evento organizado pela companhia na véspera do Salão do Automóvel que acontecerá em Genebra.

A Volkwagen fraudou os testes de emissão de poluentes de 11 milhões de veículos, especialmente nos Estados Unidos e na Europa. “Durante o ano de 2016, pretendemos resolver o problema de nossos motores a diesel para nossos clientes e reorientar o grupo em direção ao futuro”, disse Müller. “Nós nos impusemos essa dupla tarefa com o respeito necessário, mas também confiando no fato de que esse grupo e suas marcas sairão reforçados desse momento difícil.”

Leia também:

EUA investigam motores da Mercedes-Benz após acusações de fraude

(Com AFP)

Member of The Internet Defense League