Clique e assine com 88% de desconto

População mundial nunca envelheceu tão rapidamente, diz estudo

Segundo o Census Bureau dos Estados Unidos, pessoas com mais de 65 anos representarão 17% dos habitantes do planeta em 2050; proporção atual é de 8,5%

Por Da Redação - 29 mar 2016, 09h34

O envelhecimento da população mundial está se acelerando a um ritmo sem precedentes, e em 2050 17% dos habitantes do planeta terão mais de 65 anos, segundo o Census Bureau dos Estados Unidos. Hoje, essa proporção é de 8,5%.

De acordo com projeções do instituto, os idosos somarão 1,6 bilhão de pessoas, quase 1 bilhão a mais que o número atual, de 617 milhões. “As pessoas estão vivendo mais, mas não necessariamente são mais saudáveis (…) e o envelhecimento da população representa vários desafios de saúde pública para os quais temos de nos preparar”, disse o escritório do censo em comunicado.

“Estamos analisando o envelhecimento em todos os países do mundo”, disse John Haaga, diretor do Instituto Nacional sobre Envelhecimento. “Há uma série de países da Europa e Ásia que estão mais avançados neste processo ou têm uma taxa de envelhecimento mais rápida do que os Estados Unidos.”

No mundo, o número de pessoas com mais de 80 anos vai triplicar entre 2015 e 2050, atingindo 446,6 milhões – em 2015, o número era de 126,4 milhões. A expectativa de vida também irá aumentar em 2050, e vai a partir da média atual de 68,6 anos para 76,2 anos.

Continua após a publicidade

Entre os idosos, as doenças não transmissíveis, como câncer ou Alzheimer, representam uma verdadeira dor de cabeça para a saúde pública. Atualmente a população mundial é de 7,3 bilhões, número que subirá para 10 bilhões em 2050, de acordo com uma análise do Instituto Francês de Estudos Demográficos (INED).

Leia também:

PIB dos EUA cresce 2,4% em 2015

(Com AFP)

Publicidade