Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Petrobras agenda assembleias para votar reestruturação e definir conselho

Reuniões convocadas para o dia 28 de abril vão tratar da proposta de reforma do estatuto social e eleger novo presidente do conselho de administração

A Petrobras convocou para 28 de abril a realização de assembleias para aprovar a proposta de reforma de seu estatuto social, que traz um novo modelo de governança. Em discussão, estará a redução do número de diretorias executivas de sete para seis e a centralização de atividades, o que poderia reduzir custos em 1,8 bilhão de reais por ano, segundo cálculos da estatal.

Segundo o comunicado desta segunda-feira, será realizada uma assembleia extraordinária, para apreciação do novo estatuto, e uma ordinária, que elegerá o presidente do Conselho de Administração da petrolífera, bem como 10 membros do colegiado, incluindo representantes dos funcionários, dos acionistas minoritários e dos acionistas preferenciais.

O atual presidente do conselho da estatal é o economista Luiz Nelson Guedes de Carvalho, que foi eleito após o então presidente Murilo Ferreira, presidente da Vale, pedir licença e, em seguida, renunciar ao cargo.

O estatuto social que será levado à aprovação dos acionistas incluirá questões como a mudança no prazo dos mandatos dos conselheiros de administração, de um para dois anos, além da retirada de previsão de conselheiros suplentes.

O novo estatuto também prevê que membros da diretoria executiva da estatal só poderão assumir cargos de administração em subsidiárias integrais, controladas e coligadas se houver justificativa e aprovação pelo Conselho.

A assembleia ordinária ainda aprovará as demonstrações financeiras da companhia em 2015 e elegerá o conselho fiscal.

Leia mais:

Dívida pública sobe 2,53% em fevereiro e chega a R$ 2,81 trilhões

Emprego e renda devem se deteriorar em 2016. Setor de serviços será mais afetado

(Com Reuters)

Member of The Internet Defense League